Substituto de Jô? Júnior Dutra diz que é 'falso 9' e elogia Corinthians

Apresentado nesta quinta-feira pelo Corinthians, o atacante Júnior Dutra cansou de fazer elogios ao clube durante sua entrevista coletiva. O jogador disse que o Timão é o "maior do Brasil", exaltou a estrutura do CT Joaquim Grava e já traçou o objetivo de conquistar a Libertadores.

- É uma alegria muito grande vestir a camisa do Corinthians, já tinha assinado, mas depois entrei de férias, e agora participar aqui com o grupo e comissão técnica. É um clube gigantesco, senti isso no primeiro dia. Meu objetivo é brigar pela Libertadores, levantar essa taça. No Corinthians tem que brigar por todos os títulos. Eu chego com esse pensamento - afirmou Júnior Dutra.

- Já sabia que era um clube gigantesco, o maior do Brasil, mas a estrutura não conhecia. Eu trabalhei em outros clubes do Brasil e fora, mas o Corinthians é disparado o mais estruturado. Sabemos que muitos clubes do Brasil têm camisa, mas não tem uma estrutura tão forte - acrescentou o atacante.

Júnior Dutra também se apresentou à torcida. Para quem espera um substituto de Jô, vendido ao Nagoya Grampus (JAP), o reforço já mandou um recado: não é um jogador de referência. Por outro lado, ele se colocou à disposição para ser utilizado pelo técnico Fábio Carille como centroavante.

- Conversei caso ele (Carille) precise, não querendo forçar uma situação, mas é que eu joguei ali e ele me perguntou. Mas joguei o Brasileiro do ano passado pelo Avaí pelos lados, e ele me viu assim. Pelo meio eu não sei se ele me viu. Não sou uma referência, jogo mais como um falso 9, tenho movimentação, então acho que poderia mudar as características. Mas isso é para ele decidir. Eu sempre fiz gols, mas nunca fui um 9 de referência, sempre fui de segundo atacante ou falso 9. No Avaí eu fiz gols jogando pelos lados. Eu sempre busco o gol, sou objetivo, mas sou sincero: joguei aberto. Se precisar, eu encaro. Mas nunca fui de fazer 30 gols num ano, mas onde eu passei fiz gols. Acho que posso ajudar onde o Carille achar melhor - disse Júnior Dutra.

- Quando o Carille conversou comigo pela primeira vez, não foi falado sobre a posição de centroavante. Se por um acaso ele precisar e ele achar que eu posso ajudar o time, vou dar meu melhor e as coisas vão fluir bem. Eu tenho o pensamento de jogar. Se o Jô saiu ou não, eu já iria vir para cá - completou.

Júnior Dutra tem 29 anos e assinou contrato com o Corinthians por duas temporadas. Os outros atacantes do elenco são: Carlinhos, Clayson, Junior Dutra, Kazim, Lucca e Romero.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos