Presidente do Corinthians cita caso Zeca para frear interesse em Scarpa

Pelo terceiro dia consecutivo, o meia Gustavo Scarpa não se reapresentou no Fluminense, e segue sendo assunto no Corinthians, um dos clubes interessados em sua contratação. Nesta sexta-feira, Roberto de Andrade, presidente do Timão, reforçou a dificuldade de adquirir o jogador e citou o caso Zeca, que entrou na Justiça para se desligar do Santos alegando, entre outras coisas, atrasos salariais. O próprio Flu trabalha com a possibilidade de Scarpa ir à Justiça.

- Acho muito difícil o Scarpa. Ele não apareceu, não sei o que aconteceu, o que vai acontecer. Estou igual vocês, acompanhando. Quando tentamos, com o que o Fluminense queria, não aconteceu, foi muito difícil. Não sei agora o que aconteceu, se ele vai entrar com ação, vai ficar um pouco mais difícil. Vê ai a situação do Zeca, a dificuldade dele de se realocar. É ruim assim, porque você pode ter um passivo para o clube gigante. Então acho improvável - afirmou Roberto de Andrade, em entrevista coletiva.

Zeca se desligou do Santos na Justiça e trava guerra de liminares para tentar se transferir para outro clube. Ele chegou a acertar com o Flamengo, mas o clube carioca recuou por determinação do departamento jurídico. Vale lembrar que o lateral e Scarpa possuem os mesmos representantes, que ainda não se pronunciaram sobre as questões.

Andrade disse ainda que as negociações com o Fluminense não avançaram muito, repetindo discurso dado pelo gerente Alessandro Nunes na quarta-feira.

- Nem chegamos a saber o que eles queriam. Na verdade, eles queriam jogadores, e aí entra naquela de saber se o cara quer ir para lá, quais as condições, etc, fica complicado. Eles estipularam um teto salarial e nenhum dos jogadores que nós tínhamos estava abaixo desse teto - afirmou o presidente corintiano.

Até o momento, o Corinthians anunciou as contratações do volante Renê Júnior e do atacante Júnior Dutra. Já se acertou com o lateral-esquerdo Juninho Capixaba, que vem do Bahia, restando a assinatura do contrato, e com Henrique, zagueiro do Fluminense. Neste caso, o clube aguarda a rescisão do jogador com o clube carioca, que o incluiu em uma lista de dispensas. O Timão busca ainda um centroavante para substituir Jô, mas segundo Roberto de Andrade não será a única prioridade. Ele negou que o clube busque Vagner Love, campeão brasileiro em 2015, atualmente no Alanyaspor da Turquia.

- A gente sabe das dificuldades de encontrar um substituto. No mercado brasileiro a gente sabe da dificuldade para encontrar. O Vagner Love não teve nenhum contato. A prioridade não é só a posição do Jô, é montar o elenco todo. Estamos trabalhando arduamente. As dificuldades não são poucas - afirmou.

- Já vi muitas dificuldades para montar time, mas este ano está ainda mais complicado. A grande maioria dos clubes mudou de presidente, isso dificulta venda de jogador. Quem está chegando não quer ser vilão, que está saindo não quer mexer em nada. Estamos com muita dificuldade. A situação financeira não é boa para muitos. Estamos trabalhando. A gente sempre tem de prioridade fechar o elenco para a pré-temporada, mas ano passado foi assim e depois trouxemos o Clayson. Sempre pinta alguém no Paulista - completou o presidente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos