ATUAÇÕES: Reserva Caíque França brilha em vitória do Timão na Flórida

Cássio é titular e ídolo do Corinthians, além de ser convocado com frequência por Tite para a Seleção, mas quem brilhou no primeiro jogo do Timão na temporada foi o reserva Caíque França. A equipe empatou com o PSV por 1 a 1 e venceu nos pênaltis, graça ao jogador. Tanto no tempo normal (atuou em todo o segundo tempo) quanto na disputa de penalidades, foi o destaque. Confira as atuações da partida:

CORINTHIANS

Cássio

6,5

Boas intervenções quando exigido, embora nenhuma de extrema dificuldade. Seguro.

Fagner

7,0

Ótimo ritmo, sempre próximo das jogadas e se projetando bem ao ataque.

Balbuena

6,5

Começou o ano como capitão e não se complicou com os holandeses.

Pedro Henrique

6,5

Firme e rápido, deu conta do recado.

Juninho Capixaba

6,0

Foi uma estreia regular, com muito esforço para marcar e apoio tímido no ataque.

Gabriel

6,5

Combativo, deu mais tranquilidade ao sistema defensivo com a pegada característica.

Romero

6,5

Participação importante taticamente e para segurar o jogo na frente pelo lado direito.

Rodriguinho

7,5

Foi oportunista para marcar o gol que abriu o placar e iniciou bem as jogadas.

Jadson

7,0

Cobrou muito bem a falta que originou o gol de Rodriguinho. Articulou bem na nova função.

Clayson

6,0

Sofreu a falta que originou o gol. Tentou puxar contra-ataques, mas ficou um pouco isolado.

Kazim

5,5

Apareceu bem para participar do jogo, mas teve pouca efetividade. Saiu sem finalizar.

NO SEGUNDO TEMPO

Caíque França

8,5

Não só manteve o nível do titular com intervenções, como fez três grandes defesas, duas delas salvadoras no fim. Evitou a derrota. Nos pênaltis, pegou uma cobrança e garantiu de novo. Grande noite!

Léo Príncipe

4,5

Estabanado na marcação, tendo de recorrer a faltas, e inoperante no ataque.

Warian

6,0

Bem para defender, apesar de muito esforço, mas dificuldade para sair jogando.

Léo Santos

6,5

Bem posicionado, fechou espaços e se antecipou nas jogadas.

Guilherme Romão

6,5

Limitou-se a fechar seu lado na marcação, subindo muito pouco ao ataque. No fim, salvou em cima da linha.

Fellipe Bastos

5,5

Plantou-se na frente da área e deu combate, mas parecia em ritmo de treino.

Maycon

6,0

Movimentou-se bem, com velocidade, mas dificuldade para articular as jogadas.

Camacho

6,0

Capitão no segundo tempo, procurou colocar a bola no chão. Ficou mais preso.

Giovanni Augusto

5,5

Apresentou técnica, mas foi pouco acionado pela esquerda, com o time mais pressionado.

Marquinhos Gabriel

5,5

Importante na cobertura de Léo Príncipe, voltando até a linha defensiva. Pouco efetivo nos contra-ataques.

Júnior Dutra

6,5

Muito boa movimentação, aparecendo sempre como opção e também ajudando na defesa. Começou bem.

Fábio Carille

6,0

Equipe fez um primeiro tempo bom, já mostrando sua nova cara no 4-1-4-1, e saiu na frente, mas no segundo praticamente só se defendeu. Natural.

PSV

Teve em Lozano e em De Jong as principais forças ofensivas. O primeiro, muito rápido, deu muito trabalho. O armador Van Ginkel decepcionou e saiu no intervalo. A defesa sofreu no primeiro tempo, mas depois se acertou. Time pressionou muito no segundo tempo e teve oportunismo de Lammers.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos