Wenger despista, mas Arsenal pode apostar em Malcom se perder Sánchez

  • Philippe Desmazes/AFP Photo

Em alta por conta da ótima temporada pelo Bordeaux, o atacante Malcom vem sendo especulado em gigantes do futebol inglês, como Manchester United e Arsenal. Nesta sexta-feira, o jovem de 20 anos recebeu elogios de Arsène Wenger, que garantiu não ter aberto negociações com os franceses para ter o brasileiro como substituto de Alexis Sánchez, de saída do clube londrino.

- Ele é um bom jogador, mas no momento nada está acontecendo por lá. Nós não estamos neste caso no momento.

Em fim de contrato com o Arsenal, Sánchez é alvo de disputa entre Manchester United e Manchester City. A dupla deseja contar com o chileno já em janeiro. É a última oportunidade de os Gunners ganharem algum dinheiro com a venda do chileno, uma vez que, em junho, ele pode assinar com qualquer clube a custo zero.

Wenger explicou ainda que não há nada decidido sobre a possível saída de Sánchez, mas quer uma definição rápida do caso. O Arsenal não muda sua postura e só libera o atacante se conseguir uma reposição à altura no mercado de transferências.

- Nós não vendemos Sánchez no verão (europeu) porque não achamos reposição. É o mesmo caso agora. Honestamente, não posso dizer mais no momento sobre a situação porque não há nada concreto. Não é que eu não queira dar a informação, mas é que não quero passar a informação errada - declarou Wenger.

Na última quinta-feira, o Manchester United entrou na disputa pelo camisa 7 e ofereceu uma quantia em dinheiro e mais o armênio Mkhitaryan, sonho antigo do Arsenal. Por outro lado, os Citizens teriam um acordo verbal com o jogador. No Etihad, receberia 14,6 milhões de euros (cerca de R$ 56,8 milhões) por ano, porém, para isso, os Gunners querem 34 milhões de euros (R$ 131,3 milhões).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos