Trabalho de preparador físico do Atlético-MG tem agradado a direção

A chegada de Paulo Paixão para comandar a preparação física dos jogadores para esta temporada foi uma das grandes mudanças do Atlético-MG em 2018. O preparador substituiu Carlinhos Neves, que deixou o clube.

O ritmo dos treinos liderados por Paulo Paixão é alternado, com dias de intenso desgaste e outros com a parte técnica sendo priorizada. Os seus métodos tem agradado aos membros da direção do Atlético-MG.

O diretor de futebol do Alvinegro, Alexandre Gallo, avaliou o trabalho físico que tem sido realizado pelo preparador. Vale lembrar que com a pré-temporada mais curta, os treinamentos foram mais intensos nesses 12 dias iniciais.

- Acho que a equipe está dentro de um plano de trabalho que a gente fez com a comissão técnica. Acho que está equilibrado e a ideia é que esse equilíbrio permaneça pelo menos por mais duas semanas, que é quando vai dar aos atletas o que eles precisam, que é dar uma base bem feita para um ano que vai ser muito duro. A base da pré-temporada é fundamental para amenizar os problemas que vamos ter - ressaltou o dirigente.

A estreia do Atlético-MG no estadual é contra o Boa Esporte, nesta quinta-feira, em Varginha. Mesmo com o primeiro jogo oficial, a pré-temporada do time titular do Galo seguirá. A equipe principal de Oswaldo de Oliveira só deverá entrar em campo no mês de fevereiro, quando a parte física estiver 100% para a temporada 2018.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos