Após reunião, Ferj confirma estreia do Vasco no Carioca sem torcida

O Vasco vai fazer sua estreia no Campeonato Carioca, nesta quinta-feira, às 19h30, contra o Bangu, em São Januário. Depois de um dia repleto de indefinições e com risco de a partida não acontecer, uma reunião entre Eurico Miranda e Julio Brant, administradores do clube, com Rubens Lopes, presidente da Ferj, confirmou o jogo para o estádio, mas com portões fechados. A medida também será adotada para o próximo domingo, contra o Nova Iguaçu, na Colina Histórica.

- A Junta se reuniu e deliberou por maioria permanecer em São Januário. Para facilitar a logística, portões fechados. Tentamos ao máximo reduzir a complexidade do jogo. Nesse momento com o processo eleitoral em andamento, preferimos os portões fechados - disse Brant, ressaltando que a responsabilidade da organização das duas partidas será de Eurico Miranda.

- A gestão desses dois jogos é unicamente com a responsabilidade do senhor Eurico Miranda. Decidimos assim. É natural manter o Eurico como gestor dois jogos. Está acostumado pelos anos no cargo. Não queremos atrapalhar o Vasco - completou.

Na saída da reunião, Eurico disse que só aceitou isso para não prejudicar o Vasco. Ele disse que não teve diálogo com Brant e que a responsabilidade acabou caindo nele.

- Em benefício do Vasco eu aceitei isso. Eu não tive ideia nenhuma. Viabilizei o jogo com portões fechados. Eu não tive nenhum diálogo com esse senhor (Julio Brant). Teve decisão esdrúxula. Mas que se faça o jogo. A responsabilidade caiu em mim - disse Eurico.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos