Brant vai a São Januário e prega união para que o Vasco funcione bem

Um dos administradores do Vasco no período de vacância presidencial, Julio Brant compareceu em São Januário nesta quarta-feira. Ele protocolou uma carta destacando que ainda não tinha sido intimado da decisão judicial da gestão compartilhada junto com Eurico Miranda e Fernando Horta, mas com o objetivo de se colocar à disposição para tomar as decisões para o bom funcionamento do clube.

- O objetivo da carta foi pontuar que não recebemos a intimação da Justiça, mas apesar disso estamos à disposição do Eurico e do clube para começar a discutir as medidas administrativas necessárias para que o clube funcione e ande bem, de maneira estável - disse Brant em coletiva em frente à Colina Histórica.

Brant acredita que o momento agora precisa ser de união na gestão do clube. Para ele, isso é necessário para que o clube continue funcionando normalmente e ocorra a partida desta quinta-feira entre Vasco e Bangu, pelo Estadual.

- Tenho certeza que é possível (tomar decisões em conjunto). Somos três grandes vascaínos que amam o clube, querem o melhor para ele e nesse momento delicado é preciso sentar, ter uma conversa pacífica, de união, para que haja o jogo de amanhã, de domingo. Para que os funcionários fiquem tranquilos para o andamento do clube e a próxima administração que entre encontre o clube minimamente operacional.

Ao saber das declarações de Eurico de que não assumiria responsabilidade pelo clube a partir desta quarta, Brant classificou a atitude com um descumprimento de uma decisão judicial. Segundo ele, o outro administrar do clube não tem escolha e precisa também fazer parte da gestão até a posse da nova administração.

- Ele vai estar descumprindo uma decisão da Justiça, que é claro ao dizer que a responsabilidade é dos três. Então ele não tem escolha, também tem que assumir essa responsabilidade. Decisão judicial se cumpre, não se discute - comentou Brant, que está tentando uma conversa com Eurico.

- Eu vim aqui conversar com o Eurico e entender a situação do clube, porque até a meia-noite de ontem ele era o responsável. Então, ninguém melhor do que ele para nos informar o que se passa. Vim aqui para entender a situação e saber por que as pessoas da administração não estão, as pessoas que tocam o jogo não estão fazendo isso... Só depois de conversar com ele vou entender o que se passa e poder me manifestar - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos