Madura abre vantagem, mas vacila e Macaé arranca empate

O equilíbrio e as mudanças de rota marcaram o embate entre Madureira e Macaé na primeira rodada do Grupo C da Taça Guanabara. Em partida marcada por uma etapa final movimentada, o Tricolor Suburbano abriu vantagem, com gols de Souza e Júlio César. No entanto, cochilou em seu sistema defensivo e viu o Macaé arrancar o empate em 2 a 2 na tarde desta quarta-feira.

Ambas as equipes têm um ponto. As duas equipes voltam a campo neste sábado: o Madureira encara a Portuguesa, no Estádio Luso-Brasileiro, enquanto o Macaé vai a Bacaxá enfrentar o Boavista.

ETAPA FINAL COM POUCAS CHANCES DE GOLS

O calor de Conselheiro Galvão tornou os primeiros minutos sonolentos. O Madureira teve a primeira oportunidade do jogo aos 13. Rezende cobrou falta e Andrey espalmou.

O Macaé reagiu após a parada técnica, apostando nos avanços de Pipico e Maranhão. Mas os donos da casa é que seguiam incisivos. Luciano Naninho e Felipe Formiga tiveram boas oportunidades, mas Andrey manteve o placar em branco.

ACELERADO, MADUREIRA ABRE VANTAGEM, MAS MACAÉ IGUALA

O Tricolor suburbano voltou do intervalo com maior ímpeto: William deixou o campo para a entrada de Júlio César. A mudança logo levou os donos da casa ao abrirem o placar.

Luciano Naninho tabelou com Júlio César, que encontrou Souza. O centroavante, livre, não perdoou: 1 a 0, aos seis minutos.

Mesmo em vantagem, o time da casa continuou a pressionar. Júlio César foi lançado e tentou por cobertura, rente ao travessão. E, aos 17, o Madureira ampliou sua vantagem.

Luciano Naninho recebeu bola na esquerda e cruzou para a área. Júlio César surgiu em meio aos zagueiros e marcou o segundo gol.

Aos poucos, a equipe macaense reagiu, e obrigou Douglas a fazer defesas em conclusões de Pipico e Matheus Babi. E, aos 25 minutos, Leandro Carvalho derrubou Matheus Babi na área. Na cobrança, Pipico deslocou o goleiro e diminuiu o placar.

O Macaé precisou de três minutos para chegar ao empate. Após um vacilo da defesa do Madura, Pipico teve liberdade para entrar na área e marcar na saída do goleiro.

A equipe de Paulo César Gusmão tentou voltar a ficar na frente, mas a cabeçada de Igor Catatau parou nas mãos de Andrey. Keven ainda engatou jogada pela esquerda, mas Catatau não alcançou. Prevaleceu o empate em Conselheiro Galvão.

NA BAIXADA

Nova Iguaçu e Cabofriense bem que tentaram, mas não evitaram o empate em jogo válido pela primeira rodada do Grupo B da Taça Guanabara, no Laranjão. A Laranja de Baixada abriu o placar aos 22 minutos, quando Adriano desviou para a rede falta cobrada por Paulo Henrique. Mas não evitou o empate da equipe de Cabo Frio, aos 30, com João Carlos.

As duas equipes voltam a jogar neste domingo. O Nova Iguaçu visita o Vasco, em São Januário, enquanto o Flamengo encara a Cabofriense, na Ilha do Urubu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos