Dedé acredita que falta pouco para voltar a jogar no Cruzeiro

O zagueiro Dedé acredita estar próximo de voltar a jogar, depois de oito meses distante dos gramados. Vale lembrar que o jogador teve um edema ósseo no joelho esquerdo e está em fase final de recuperação. Com fisioterapia e preparação física, Dedé acha que em breve poderá voltar a vestir a camisa celeste.

Na quarta-feira, o zagueiro esteve no Mineirão acompanhado do recém-contratado Edilson e do lateral Ezequiel, assistindo à estreia do time no estadual de 2018. Em entrevista ao site do Globo Esporte, o jogador revelou que conseguiu evoluir bastante e que faz questão de estar envolvido com o grupo, mesmo não conseguindo atuar.

- Estou bem confiante, bem feliz, estou com a preparação física, trabalhando com o grupo (em algumas atividades). Estou em uma evolução muito grande. Está bem próxima minha volta. Ainda não confirmo a questão de jogar, porque tem jogadores que já estão trabalhando. Mas quero estar cada vez mais envolvido com o grupo. Graças a Deus, de todas as lesões que eu tive, de todos os testes, foi o que tive mais resultados positivos. Estou com a perna bem parelha da outra, questão de dor, de movimento, estou muito bem. Estou sem bem elogiado no treino. Falta bem pouco. Espero que, daqui a pouco tempo, eu esteja indo para jogo - disse o atleta.

O zagueiro, que vem fazendo atividade com bola, se disse ansioso para voltar a jogar. Dedé acredita que sua dedicação na parte física, o deixa mais próximo do retorno.

- Estou ainda na preparação física. Depende da comissão técnica, da preparação física. A gente quer sempre estar jogando. Por mim, me colocaria para jogar amanhã. Mas só que tem o passo a passo. A ansiedade é grande, e é bom que tem profissionais trabalhando com a gente. Estou treinando no mesmo nível que os jogadores, na questão da parte física. Mas, eles estão observando alguns detalhes e vão ajustando para eu estar a 200%, porque hoje já me sinto muito bem. Eles estão vendo isso. Tudo é controlado, monitorado, e estou bem satisfeito. Minhas férias foram um período de tratamento em questão de força, na academia, em que eu ganhei muito. Então, falta pouco para estar com o grupo - contou o jogador.

A torcida cruzeirense está sem ver Dedé jogar desde 28 de maio do ano passado.

UOL Cursos Online

Todos os cursos