Depois de empate com Boa, diretor de futebol do Atlético-MG fala em camisa 10

Com estreia apagada no Campeonato Mineiro, o Galo empatou com o Boa Esporte, em Varginha. Com as melhores chances de gol, o time alternativo do Atlético-MG não saiu do 0 a 0 com a equipe da casa. Ao final da partida, além de Oswaldo, Alexandre Gallo falou com a imprensa. O diretor de futebol alvinegro reiterou que o clube ainda busca a contratação de um armador.

- (O torcedor) pode esperar (a contratação de um camisa 10). Pode esperar com certeza. A gente não tem o grupo fechado, estamos sempre querendo reforçar e trazer melhores condições para que o clube faça um grande ano - enfatizou o dirigente.

Gallo também comentou sobre a partida de estreia do estadual. Para o diretor,

não foi um jogo ruim, mas o time sofreu com a forte marcação adversária.

- É natural, todo mundo vindo de pré-temporada, uma pré-temporada encurtada. As chances maiores foram nossas, mas era um jogo que poderíamos ter vencido com tranquilidade. O jogo se tornou difícil até pela postura do Boa, que jogou inteiro no campo defensivo, o que dificultou muito a nossa penetração - alegou Gallo.

O próximo confronto do Atlético-MG na competição é contra o Democrata, de Governador Valadares. O jogo está marcado para domingo, no Independência, às 17h. O técnico Oswaldo de Oliveira deve escalar os principais jogadores do elenco para a partida da segunda rodada do Campeonato Mineiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos