"Continuem vaiando Neymar e vão acabar chorando", diz campeão pela França

  • Francois Lo Presti/AFP

Campeão do mundo como jogador em 1998, Emmanuel Petit fez um alerta à torcida do Paris Saint-Germain, nesta sexta-feira, dois dias após Neymar ter brilhado contra o Dijon (8 a 0), pelo Campeonato Francês, mas ter saído vaiado por boa parte da torcida presente no Parque dos Príncipes.

Em entrevista à rádio "RMC", o antigo meia francês, aos 47 anos, falou que as vaias podem culminar em um desgaste com Neymar, que, em último caso, pode perder a paciência e deixar o PSG.

Petit, cabe destacar, defendeu a decisão de Neymar de cobrar uma penalidade quando, mesmo com três gols e duas assistências antes da cobrança, não ter cedido a bola a Cavani, que sofreu o pênalti e, se convertesse a chance, passaria a ser o maior artilheiro do clube de forma isolada.

"Ele foi designado para cobrar (os pênaltis). Ele precisa do público e, se esse clima estiver instalado, ele irá embora. Realmente valeu a pena vaiar Neymar após o show que ele nos deu? Eu creio que não", comentou Petit, completando:

"Esse cara precisa do carinho do público para mostrar todo o seu talento. Se ele vê que esse sentimento frio está instalado nas arquibancadas, os fãs poderiam disparar um tiro no pé no dia seguinte. Neymar poderia pedir sua saída. E então todos nós choraremos. Se mantenham assim e choraremos", disse.

Por fim, Petit, que atuou durante nove anos no Monaco, além de boas passagens por Arsenal, Barcelona e Chelsea, enalteceu a elevação de patamar alcançada pelo PSG após a chegada de Neymar, recrutado por 222 milhões de euros (cerca de R$ 824 milhões) junto ao Barcelona.

"Neymar empurrou o PSG para outra dimensão e, desde sua chegada, o Campeonato Francês se iluminou com sua aula de futebol em todos os jogos. Ele é um menino que nos move cada vez que ele toca a bola. Ele é um jogador estratosférico e com grande personalidade. Para fazê-lo sair do caminho é ir contra o jogador e seu DNA", finalizou.

O próximo jogo de Neymar e companhia será neste domingo, às 18h (de Brasília), contra o Lyon, vice-líder do Campeonato Francês, fora de casa. Neste momento, o PSG está no topo com 11 pontos de vantagem.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos