Com equipe mista, Cruzeiro esbarra em goleiro e fica no zero com Caldense

Não faltou empenho ao Cruzeiro neste sábado. Porém, além de esbarrar nas mudanças feitas por Mano Menezes, a equipe parou nas mãos de Omar, que garantiu o empate em 0 a 0, no Estádio Ronaldão. Ambas as equipes seguem com quatro pontos.

CRUZEIRO FAZ TESTES, E INDICA QUE PRECISA DE AJUSTES

A opção de Mano Menezes por lançar uma equipe com quatro modificações surtiu efeito abaixo do esperado. Manoel não comprometeu no setor defensivo, e Lucas Silva teve meros lampejos como volante. Em sua primeira partida como titular, Bruno Silva teve atuação discretíssima e, cansado, pediu para sair no intervalo. Já Rafinha teve um início promissor, mas, aos poucos, aceitou a marcação da Caldense, e foi sacado para a entrada de Robinho.

'ASSANHADA', VETERANA TEM PAREDÃO COMO DESTAQUE

Mesmo tomando as rédeas da etapa inicial, o Cruzeiro viu suas chances pararem em um adversário indigesto: Omar. O goleiro da Caldense salvou cabeçadas de Fred e Manoel. Em seguida, se esticou para espalmar conclusão de Lucas Romero. Bem organizada, a Veterana equilibrou as ações, foi à frente e viu Neílson assustar Fábio em duas tentativas.

EQUIPE CELESTE ASSUSTA COM 'TITULARES' NO FINZINHO, MAS NÃO SAI DO ZERO

A Raposa voltou do intervalo com domínio territorial. Porém,

ENQUANTO ISTO, EM JUIZ DE FORA...

Um jogo eletrizante marcou a abertura da 2ª rodada do Estadual. Na tarde deste sábado, o Uberlândia goleou por 5 a 2 o Tupi, em pleno Mário Helênio. A equipe, que abrira o placar com Alê, viu os donos da casa virarem com gols de Reis e Afonso. Porém, após igualar ainda nos acréscimos do primeiro tempo, a volta do intervalo trouxe uma reação implacável. Em 12 minutos, o Alviverde do Triângulo confirmou seu triunfo, com gols de Saulo, Eliomar e, novamente, Alê. O Uberlândia agora tem três pontos, enquanto o Galo Carijó amargou sua segunda derrota.

FICHA TÉCNICA

CALDENSE 0x0 CRUZEIRO

Data-Hora: 20-01-18 - 21h30 (de Brasília)

Local: Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas (MG)

Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)

Assistentes: Ricardo Junior de Souza (MG) e Magno Arantes Lira (MG)

Cartão amarelo: Marquinhos (CAL), Robinho (CRU)

CALDENSE: Omar; Jefferson Feijão, Marcelo, Robinho e Jhonathan; Mineiro, Jean Henrique e Marquinhos; Juninho, Anderson Rosa e Neílson (William, 32/2ºT). Técnico: Zezito

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Léo, Manoel e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Bruno Silva (Robinho, intervalo), Thiago Neves (Rafael Sóbia, 32/2ºT) e Rafinha (Arrascaeta, 23/2ºT); Fred. Técnico: Mano Menezes

A opção de Mano Menezes por lançar uma equipe com quatro modificações surtiu efeito abaixo do esperado. Manoel não comprometeu no setor defensivo, e Lucas Silva teve meros lampejos como volante. Em sua primeira partida como titular, Bruno Silva teve atuação discretíssima e, cansado, pediu para sair no intervalo. Já Rafinha teve um início promissor, mas, aos poucos, aceitou a marcação da Caldense, e foi sacado para a entrada de Robinho.

'ASSANHADA', VETERANA TEM PAREDÃO COMO DESTAQUE

Mesmo tomando as rédeas da etapa inicial, o Cruzeiro viu suas chances pararem em um adversário indigesto: Omar. O goleiro da Caldense salvou cabeçadas de Fred e Manoel. Em seguida, se esticou para espalmar conclusão de Lucas Romero. Bem organizada, a Veterana equilibrou as ações, foi à frente e viu Neílson assustar Fábio em duas tentativas.

'TITULARES' ENTRAM EM CAMPO, MAS EMPATE PERSISTE

A Raposa voltou do intervalo disposta a dominar as rédeas. Porém, lidando com sucessivos erros de passes, a equipe não impediu que a partida caísse de ritmo, diante de um adversário que apenas arriscava de fora da área. Na reta final, o técnico Mano Menezes promoveu as entradas de Arrascaeta e Rafael Sobis. No finzinho, Sobis arriscou pancada, mas parou nas mãos de Omar, e o empate persistiu no Estádio Ronaldão.

CRUZEIRO FAZ TESTES, E INDICA QUE PRECISA DE AJUSTES

A opção de Mano Menezes por lançar uma equipe com quatro modificações surtiu efeito abaixo do esperado. Manoel não comprometeu no setor defensivo, e Lucas Silva teve meros lampejos como volante. Em sua primeira partida como titular, Bruno Silva teve atuação discretíssima e, cansado, pediu para sair no intervalo. Já Rafinha teve um início promissor, mas, aos poucos, aceitou a marcação da Caldense, e foi sacado para a entrada de Robinho.

'ASSANHADA', VETERANA TEM PAREDÃO COMO DESTAQUE

Mesmo tomando as rédeas da etapa inicial, o Cruzeiro viu suas chances pararem em um adversário indigesto: Omar. O goleiro da Caldense salvou cabeçadas de Fred e Manoel. Em seguida, se esticou para espalmar conclusão de Lucas Romero. Bem organizada, a Veterana equilibrou as ações, foi à frente e viu Neílson assustar Fábio em duas tentativas.

EQUIPE CELESTE ASSUSTA COM 'TITULARES' NO FINZINHO, MAS NÃO SAI DO ZERO

A Raposa voltou do intervalo com domínio territorial. Porém,

ENQUANTO ISTO, EM JUIZ DE FORA...

Um jogo eletrizante marcou a abertura da 2ª rodada do Estadual. Na tarde deste sábado, o Uberlândia goleou por 5 a 2 o Tupi, em pleno Mário Helênio. A equipe, que abrira o placar com Alê, viu os donos da casa virarem com gols de Reis e Afonso. Porém, após igualar ainda nos acréscimos do primeiro tempo, a volta do intervalo trouxe uma reação implacável. Em 12 minutos, o Alviverde do Triângulo confirmou seu triunfo, com gols de Saulo, Eliomar e, novamente, Alê. O Uberlândia agora tem três pontos, enquanto o Galo Carijó amargou sua segunda derrota.

FICHA TÉCNICA

CALDENSE 0x0 CRUZEIRO

Data-Hora: 20-01-18 - 21h30 (de Brasília)

Local: Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas (MG)

Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)

Assistentes: Ricardo Junior de Souza (MG) e Magno Arantes Lira (MG)

Cartão amarelo: Marquinhos (CAL), Robinho (CRU)

CALDENSE: Omar; Jefferson Feijão, Marcelo, Robinho e Jhonathan; Mineiro, Jean Henrique e Marquinhos; Juninho, Anderson Rosa e Neílson (William, 32/2ºT). Técnico: Zezito

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Léo, Manoel e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Bruno Silva (Robinho, intervalo), Thiago Neves (Rafael Sóbia, 32/2ºT) e Rafinha (Arrascaeta, 23/2ºT); Fred. Técnico: Mano Menezes

Um jogo eletrizante marcou a abertura da 2ª rodada do Estadual. Na tarde deste sábado, o Uberlândia goleou por 5 a 2 o Tupi, em pleno Mário Helênio. A equipe, que abrira o placar com Alê, viu os donos da casa virarem com gols de Reis e Afonso. Porém, após igualar ainda nos acréscimos do primeiro tempo, a volta do intervalo trouxe uma reação implacável. Em 12 minutos, o Alviverde do Triângulo confirmou seu triunfo, com gols de Saulo, Eliomar e, novamente, Alê. O Uberlândia agora tem três pontos, enquanto o Galo Carijó amargou sua segunda derrota.

FICHA TÉCNICA

CALDENSE 0x0 CRUZEIRO

Data-Hora: 20-01-18 - 21h30 (de Brasília)

Local: Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas (MG)

Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)

Assistentes: Ricardo Junior de Souza (MG) e Magno Arantes Lira (MG)

Cartão amarelo: Marquinhos (CAL), Robinho (CRU)

CALDENSE: Omar; Jefferson Feijão, Marcelo, Robinho e Jhonathan; Mineiro, Jean Henrique e Marquinhos; Juninho, Anderson Rosa e Neílson (William, 32/2ºT). Técnico: Zezito

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Léo, Manoel e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Bruno Silva (Robinho, intervalo), Thiago Neves (Rafael Sóbia, 32/2ºT) e Rafinha (Arrascaeta, 23/2ºT); Fred. Técnico: Mano Menezes

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos