Longe do ideal: repleto de titulares, São Paulo só empata no Morumbi

Alguns torcedores recepcionaram o São Paulo neste sábado, logo em seu primeiro jogo no Morumbi, com faixas de protesto, cobrando reforço e fim da humilhação. Em campo, o time mais próximo do ideal tentou, mas ainda está longe de convencer: ficou no 0 a 0 diante do Novorizontino.

Como perdeu na estreia, com uma escalação cheia de garotos, o Tricolor segue sem vencer em uma temporada tida como de recuperação da briga por título.

Não convenceu, mas quase fez

O São Paulo esteve longe de envolver o Novorizontino e encantar em campo. Mas foi, definitivamente, o dono do primeiro tempo. Enquanto o rival forçava pelo setor de Militão e só conseguiu uma chance no fim, quando a barreira abriu e Jean Carlos, batendo falta, obrigou Sidão a fazer boa defesa, o Tricolor teve cinco chances reais de balançar a rede.

Se Lucas Fernandes decepcionava, e Militão e Edimar sofriam para bloquear seus lados, o Tricolor tinha Jucilei retomando a bola quase na mesma frequência que o time perdia a bola. Na frente, Petros se aproximava, ajudava Shaylon e aproveitava a disposição de Marcos Guilherme e Brenner.

Assim, Lucas Fernandes quase fez em falha do goleiro, Petros acertou a trave, a zaga salvou gol de Shaylon em cima da linha, Brenner cabeceou rente à meta e Militão quase fez golaço aproveitando um rebote.

Piorou de vez.

Shaylon não encontrou o mesmo espaço no segundo tempo e o São Paulo caiu drasticamente de produção. Mesmo com Diego Souza e Cueva em campo, o único lance de perigo foi uma cabeçada de Militão, após escanteio, aos três minutos.

O Novorizontino tornou-se mais perigoso nos contra-ataques. Aos 32 minutos, Juninho arrancou quase o campo todo, limpou Sidão e só não fez um golaço porque Rodrigo Caio teve recuperação incrível.

O segundo tempo ainda teve um gol impedido para cada lado: Cléo Silva, para o Tigre, e Rodrigo Caio, para o Tricolor.

Agenda e situação na tabela

O São Paulo somou seu primeiro ponto no Campeonato Paulista e aparece em segundo lugar no grupo B, atrás de Ponte Preta, com três, mas Santo André e São Caetano jogam neste domingo e podem ultrapassar o Tricolor. Na quarta-feira, às 21h45, fora de casa, Dorival Júnior pretende usar de novo um time cheio de garotos contra o Mirassol.

O Novorizontino, por sua vez, chega a quatro pontos e é um dos líderes do grupo C, que tem o Palmeiras. O time de Doriva visita o Botafogo, em Ribeirão Preto, às 19h30 de quarta-feira.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 X 0 NOVORIZONTINO

Local: Morumbi, São Paulo (SP)

Data-Hora: 20/1/2018 - 19h

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira

Auxiliares: Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo e Vitor Carmona Metestaine

Público/renda: 17.171 pagantes/R$ 411.131,00

Cartões amarelos: Rodrigo Caio (SAO), Éder, Jean Carlos, Adilson Goiano e Oliveira (NOV)

Cartões vermelhos: -

Gols: -

SÃO PAULO: Sidão; Militão, Bruno Alves, Rodrigo Caio e Edigar; Jucilei; Marcos Guilherme (Caíque, aos 32'/2ºT), Petros, Shaylon e Lucas Fernandes (Diego Souza, aos 14'/2ºT); Brenner (Cueva, aos 21'/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.

NOVORIZONTINO: Oliveira; Tony, Guilherme Teixeira, Éder e Tallyson; Adilson Goiano, Jean Carlos (Valdeir, aos 34'/2ºT) e Jean Patrick; Francis (Cléo Silva, aos 21'/2ºT), Rafael Ratão (Juninho, no intervalo) e Alisson Safira. Técnico: Doriva.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos