Contra o tempo! Bota corre para que novo esquema não comprometa vaga

Na segunda partida do ano, o Botafogo de Felipe Conceição mostrou que está realmente empenhado em ter um novo formato tático. O comandante deixou para trás o 4-4-2 e quer implantar um misto de 4-1-4-1 e 4-3-3 . O primeiro, quando o Alvinegro estiver defendendo e a outra formação, com Luiz Fernando e Rodrigo Pimpão abertos nas pontas, quando o Glorioso estiver com a posse de bola.

Ainda não deu certo (mas deve dar) a nova configuração tática, que agora privilegia mais o toque de bola e a marcação alta, o que é completamente diferente do que aconteceu em 2017 com Jair Ventura. O Botafogo reativo ficou no ano passado. Foram dois empates em dois jogos no Carioca, mas como bem disse o treinador o nível técnico do adversário subiu de um jogo para o outro. Em 2018, na pré-temporada, o Alvinegro teve ainda uma derrota em amistoso para o Boavista. Perder foi o que o Botafogo não viu mais desde então.

Há outros elementos que ainda fazem imaginar que o projeto de Felipe dará certo - descontando, é claro, a limitação técnica dos homens da frente. Um deles foi a partida exuberante de Matheus Fernandes no último sábado. O volante protegeu bem a defesa e ainda saiu bem para o ataque. Uma espécie de 2 em 1.

Lindoso entra, mas esquema se mantém

Nem mesmo a entrada de Rodrigo Lindoso apagou a boa partida e a 'dupla jornada' de Matheus Fernandes. O volante veterano entrou no lugar de Leo Valencia, para melhorar o toque de bola, mas a configuração tática permaneceu a mesma, o que pode ser um sinal de convicção do treinador.

- A entrada dele mudou a característica, mas não a ideia de jogo. Tenho que construir essa sustentação, ainda mais agora, em início de temporada. Lindoso não tem a mesma característica que o Leo, mas precisávamos segurar mais a bola - disse Felipe Conceição.

Sem ousadia?

O treinador colocou ainda Leandro Carvalho. Ele estreou bem e logo no primeiro lance partiu para cima da marcação. Quem saiu foi Luiz Fernando, que deixou o campo com três pancadas no mesmo tornozelo e será reavaliado. Por fim, lançou Ezequiel, de atuação discreta, no lugar de Pimpão. Assim, Felipe Conceição abriu mão de duas substituições. Seria uma falta de ousadia?

Enquanto trabalha para que o esquema dê certo, o Botafogo torce para que isto ocorra a tempo de selar uma vaga nas semifinais da Taça Guanabara. O Alvinegro está em quarto no grupo C, com dois empates.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos