Kane no Real? Nem oferta superior a de Neymar convence Tottenham

Todos os jogadores têm um preço? Parece que Harry Kane, de 24 anos, não. De acordo com o jornal "The Times", o Tottenham está irredutível quanto ao interesse do Real Madrid em seu camisa 10.

A publicação afirma que nem mesmo os 200 milhões de libras (cerca de R$ 884 milhões), valor no qual o Real está disposto a desembolsar pelo inglês, convenceriam os Spurs a liberarem Kane. Os números superariam aos da transferência de Neymar ao Paris Saint-Germain (R$ 824 milhões).

O presidente do Tottenham, Daniel Levy, acredita que o "Furacão" é peça fundamental para a evolução do time londrino, que está perto de inaugurar o novo estádio, o reformado White Hart Lane, a estar pronto em setembro.

Harry Kane, por sua vez, não se manifesta sobre o desejo merengue, que não é novidade no mercado europeu. No início do mês, contudo, a imprensa local apontou uma exigência do centroavante: reivindica que o Tottenham conquiste títulos para que fique no clube.

No Real, que, ao que tudo indica, pretende reformular o seu elenco com craques mais jovens, Kane poderia receber um salário na casa dos 300 mil euros por semana (aproximadamente R$ 1,1 milhão).

Em 2007, cabe sublinhar, Harry Kane foi o maior artilheiro do Velho Continente, com 57 gols marcados. Nesta temporada, especificamente, já são 28 gols em 28 partidas pelo Tottenham, onde tem vínculo até junho de 2022.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos