Presidente do Bordeaux: 'Já foi dito e repetido, Malcom não vai sair'

Na mira de clubes ingleses, o atacante Malcom não deve deixar o Bordeaux nesta janela de transferências. Quem garante é o presidente do clube francês, Stephane Martin.

A declaração ocorreu durante a apresentação do técnico Gus Poyet, que assumiu o comando do time após a demissão de Jocelyn Gourvennec, por conta dos maus resultados do Bordeaux na temporada. Atualmente, a equipe ocupa a 12ª colocação do Campeonato Francês, com 26 pontos.

- Já foi dito e repetido, Malcom não vai sair. Ele disse que queria jogar no Campeonato Inglês um dia. É normal, qual jogador não quer jogar na Inglaterra? Não há problema algum com Malcom - afirmou Martin.

A saída de Malcom vem sendo ventilada pela imprensa inglesa. O próprio jogador afirmou que gostaria de atuar na Premier League. Tottenham aparece como o principal interessado. Arsenal, por sua vez, descartou a chegada do brasileiro, que seria o substituto de Alexis Sánchez, que está muito perto de se transferir para o Manchester United.

- Sim, é um sonho jogar na Inglaterra. É um sonho para todos os jogadores e para mim não é diferente. Mas enquanto eu estiver aqui, tenho que fazer bem o meu trabalho - afirmou o atacante.

Já Gus Poyet afirmou que a permanência de Malcom foi crucial para acertar com o time francês.

- Perguntei claramente se Malcom ia continuar. Eles disseram 'sim'. Então eu disse: 'tudo bem, agora podemos continuar a conversa.

O Bordeaux pede 40 milhões de libras (R$ 178 milhões) para liberar Malcom, mas somente no fim da temporada. O jogador, de 20 anos, tem contrato até junho de 2021. Segundo a "BBC", o Tottenham estaria disposto a desembolsar 40 milhões de euros (R$ 157 milhões).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos