Após Copinha, três jovens do Vitória são promovidas para o profissional

A boa campanha do Vitória na Copa São Paulo 2018 já começou a render frutos. Três atletas que fizeram parte da trajetória da equipe na competição foram integrados ao elenco profissional: os atacantes Luan e Flávio, e o lateral-direito Cedric. O Leão caiu somente nas quartas de final no torneio, em derrota nos pênaltis para o São Paulo, na segunda melhor campanha de sua história.

Eles se juntarão a outros dez atletas do elenco do clube formados na própria base do Rubro-Negro. Atualmente, 29 jogadores fazem parte do grupo do Leão - 13 formados na base, quase 50% da equipe.

O atacante Luan é considerado um dos melhores jogadores de sua geração. Aos 18 anos, conta com passagens por seleções de base. Ele foi um dos destaques da Copa São Paulo, com seis gols.

Flávio é atacante que atua pelo lado-direito e impõe muita velocidade em suas jogadas. Está no clube desde 2015, e tem 19 anos. Fez quatro gols na Copinha. Já Cedric, também de 19 anos, está no Rubro-Negro desde 2013, e já atuou duas vezes pelo profissional em 2017. É uma das maiores promessa do clube na geração.

- É importante para o Vitória ter uma base forte. Sempre é positivo para o clube subir atletas para o profissional. E os três chegam credenciados após excelente campanha na Copa São Paulo. Vamos trabalhar para que a transição seja bem eficiente, com muita tranquilidade. São atletas de qualidade e que podem nos ajudar na temporada - afirma Erasmo Damiani, diretor de futebol do Vitória.

O trio esteve no título da Copa do Nordeste sub-20 de 2017. O Rubro-Negro venceu o Bahia por 2 a 0, no Lourival Baptista, em Aracaju, e conquistou a competição pela quarta vez em sua história. O Vitória já havia ganhado os títulos de 2004, 2006 e 2015.

Famoso celeiro de grandes jogadores do futebol nacional, o Leão conta com histórico respeitável: Bebeto, Dida, Junior, Vampeta e Fábio Costa são alguns dos nomes revelados pelo clube. Além de exemplos recentes como Hulk e David Luiz.

E a força da base segue. Em 2017, o Leão ficou com o Baianão Sub-20 e retomou a hegemonia no estado, já que em 2016 o título ficou com o rival Bahia. Das sete edições desta década, o Rubro-Negro levou cinco títulos, enquanto o Bahia ficou com apenas dois. No ano passado, o Leão também levou títulos sobre o Bahia no Baiano Sub-15 e Sub-17.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos