Rápido no gatilho? Gama demite técnico após uma partida oficial

A mudança de técnicos começou cedo no Campeonato Brasiliense. O Gama anunciou na última segunda-feira a demissão de Carlos Alberto Dias, que deixa o clube após um jogo oficial na temporada de 2018.

Em entrevista ao "Correio Braziliense", o treinador (que sai depois da derrota por 2 a 1 para o Bolamense) lamentou a atitude da diretoria e descartou problemas com o elenco:

- Não houve nada. A diretoria decidiu (a demissão) numa reunião hoje. Foi apenas uma rodada, mas, infelizmente, são os mandatários do futebol.

Em seguida, fez um desabafo sobre sua demissão:

- Tudo serve de aprendizado. Os diretores brincam com o futebol, mas saio pela porta da frente.

De acordo com o diretor de futebol, Vilson de Sá, a saída de Carlos Alberto Dias ocorreu porque ele estava fora do perfil pensado para o Gama em 2018:

- A torcida pressionou e a diretoria achou por bem mudar. O momento do Gama é inoportuno para ter um técnico iniciante", detonou.

Aos olhos do dirigente, o treinador vinha apresentando falhas:

- Faltou comando, ainda mais em um elenco de medalhões. Ele (Carlos Alberto Dias é muito gente boa, tem futuro, mas não podemos aceitar uma derrota para o Bolamense.

O Gama anunciou seu sucessor no cargo já na manhã desta terça-feira. Ricardo Antônio, com vasta passagem pelo futebol candango, comandará a equipe.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos