Sereno, Campello conta com apoio da família para deixar legado ao Vasco

A emoção ao falar sobre a filha no fim de seu discurso de posse na noite da última segunda-feira, na sede náutica do Vasco, mostrou pela primeira vez um outro lado de Alexandre Campello. Novo presidente do clube, a intimidade se fez prevalecer e deve reger sua gestão. Aos 57 anos, Campello começa nesta terça-feira, em São Januário, no trabalho de seu mandato no triênio 2018-2020 e trabalhará no Cruz-Maltino de forma a deixar um legado maior ao Vasco.

O trabalho vai ser longo. Mas Alexandre Campello, ao lado de seus pares, afirma não medir esforços para alcançar os seus objetivos. Empresário e médico formado pela Faculdade de Medicina de Vassouras, em 1985, entrou no Vasco um ano antes em forma de estágio e um depois já integrando o time médico do profissional. Esta experiência dentro do Cruz-Maltino possibilitará uma maior navegação entre as áreas do clube que precisam de atenção.

Considerando o período que viveu São Januário como médico, Alexandre Campello tem mais de 30 anos de experiência de Vasco. Tem um maior desafio pela frente já na quarta-feira da semana que vem: o início da disputa da Conmebol Libertadores. No último título nesta competição internacional conquistado pelo Cruz-Maltino, Campello esteve presente. Agora sem exercer a função médica e sim de presidente, a responsabilidade será maior - assim como a cobrança.

Nas redes sociais, Alexandre Campello vem sendo muito criticado pelos torcedores do Vasco. Principalmente pelo Twitter, rede que o próprio presidente cruz-maltino possui um perfil pessoal e vem respondendo as mensagens enviadas pelos torcedores, há centenas de mensagens que o acusam de não ser oposição a Eurico Miranda e de ter "traído" Julio Brant, o qual tinha aliança pela "Sempre Vasco Livre". Sereno, Campello não foge do assunto e busca forma de reconquistá-los.

Uma das maneiras encontradas por Alexandre Campello é o desbloqueio dos torcedores nos perfis oficiais do Vasco, prática comum durante a antiga gestão de Eurico Miranda. A democracia é pregada pelo presidente cruz-maltino, que ressalta a tradição e história do Vasco ser o clube do povo. Com o passar do tempo, Campello terá a oportunidade de mostrar a que veio ao torcedor do Vasco. Com o apoio da família, experiência e vontade de trabalhar não irão faltar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos