Titular do Flu, Marcos Júnior avalia parceria com Pedro: 'É mais técnico'

Após o técnico Abel Braga definir que o artilheiro Henrique Dourado não será mais utilizado enquanto não definir seu futuro, o Fluminense tem uma nova dupla de ataque: Marcos Júnior e Pedro, ambos formados nas categorias de base de Xerém. Mais experiente, o primeiro avaliou a nova parceria, fazendo elogios a Pedro, de 20 anos, um atacante "mais técnico" que o Ceifador.

- Com o Pedro é diferente. O Dourado é um atacante brigador. Pedro é mais técnica, sai mais (da área) e busca o jogo. Para mim, não muda muito. O mais importante é estar jogando - afirmou o camisa 35 nesta terça-feira, no CTPA.

Em 2017, Marcos Júnior não foi titular com Abel Braga no Fluminense. Porém, o ano começou com o atacante sendo bastante utilizado pelo técnico - atuou nos quatro jogos disputados até agora. A concorrência diminuiu, já que Richarlison e Wellington Silva, que atuam pelo lado, deixaram o clube das Laranjeiras.

O camisa 35 afirmou que os jogadores que deixaram o Fluminense - já foram sete titulares de 2017 - farão falta, mas confia em melhores resultados do Flu na temporada. E o objetivo de Marcos Júnior é ajudar em campo o Tricolor.

- Perdemos jogadores de qualidade, companheiros que nos ajudaram no ano passado, mas temos atletas capacitados. Talvez não com o mesmo nome, mas acho que o ano será melhor - afirmou o atacante, antes de completar:

- Já tive sequências como titular. Nunca deixei de trabalhar, sabia que uma nova chance chegaria. Minha meta é manter a posição e ajudar o Fluminense - afirmou Marcos Júnior, que completou 200 jogos pelo clube recentemente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos