Bruno Henrique recebe sondagens, e agente será ouvido pelo Santos

  • Thomás Santos/AGIF

    Bruno Henrique comemora após marcar pelo Santos contra o Cruzeiro

    Bruno Henrique comemora após marcar pelo Santos contra o Cruzeiro

Com dificuldade para se reforçar, o Santos poderá ter trabalho para manter seu principal jogador. O atacante Bruno Henrique entrou na mira do futebol chinês e começou a receber sondagens. Antes, o novo camisa 11 já havia sido consultado por outras equipes do Brasil. Ainda sem uma oferta oficial, o empresário do atacante, Dênis Ricardo, deverá se reunir com representantes da diretoria do Peixe para tratar do futuro do atleta.

"Pelo desempenho do Bruno, muitos clubes têm me procurado, recebo ligações a todo momento, mas ele é jogador do Santos e até o momento não temos nada de concreto", afirmou o empresário, ao jornal LANCE!.

Comprado no início de 2017 por R$ 14 milhões, Bruno Henrique deixou o Wolfsburg, da Alemanha, para ganhar menos no Brasil. Na época, ele estava na mira do Flamengo, mas preferiu jogar no Santos de Lucas Lima e Ricardo Oliveira, mesmo ganhando menos no Brasil. Sem mudanças no contrato desde então, ele recebe menos do que o teto salarial do clube.

Em 2017, Bruno Henrique teve, inclusive, números superiores aos de Lucas Lima e de Ricardo Oliveira e foi o artilheiro do time na temporada com 18 gols em 53 jogos e deu 12 assistências, números que o colocaram no radar de Tite na Seleção. Em 2018, o atacante herdou a camisa que pertencia ao ídolo Neymar oferecida pelo Peixe.

Assim que venceu a eleição presidencial do Peixe, no fim de 2017, pessoas do grupo do presidente José Carlos Peres afirmaram que o clube teria que reaver a dívida do Peixe com o Wolfsburg, pois o pagamento não foi feito em sua totalidade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos