Com história em Dérbis, Julio Cesar reencontra o Palmeiras no Red Bull

O goleiro que o Palmeiras enfrentará nesta quinta, no Allianz Parque, já tem um histórico contra Verdão. Julio Cesar hoje defende a meta do Red Bull, mas formou-se no Corinthians e acumulou Dérbis importantes na sua carreira. Aos 33 anos, ele diz que este será seu jogo mais complicado até aqui no Paulista.

- Com certeza este é o nosso jogo mais difícil. Vamos enfrentar, se não a equipe favorita, uma das três favoritas, só que sabemos que dentro de campo as coisas podem mudar. Estamos fazendo bons jogos, na primeira rodada acho que a bola não quis entrar, na segunda fomos abaixo no primeiro tempo, mas agora vamos em busca de um resultado favorável - pontuou o goleiro, ao LANCE!.

Em duas rodadas no Paulistão, o Red Bull conseguiu apenas dois empates, contra Ferroviária e Santo André. Caso consiga surpreender o Palmeiras e saia da arena vencedor, o time do interior assume pelo menos a vice-liderança do grupo D, que tem o Santos.

Julio por isso sabe da importância de enfrentar o velho rival. Tanto que vem estudando o forte elenco alviverde e já sabe qual o jogador mais perigoso daqueles que enfrentará a partir das 21h (de Brasília).

- Eu gosto de ver vídeos, eu acompanho também os jogos do Palmeiras, por ser uma das principais equipes do Brasil. A preparação é a mesma para todos os jogos, mas para um ataque tão forte é preciso se concentrar, buscar imagens e estou trabalhando assim. É observar para na hora, apesar da possibilidade de um drible, uma jogada de improviso, saber os pontos fortes e não ter tanta surpresa. Todos ali são bons, mas acho o Dudu um ótimo jogador, o mais perigoso - disse.

O agora goleiro do Red Bull passou quase 15 anos de sua carreira no Corinthians, onde conquistou seus principais títulos. Entre eles, dois Brasileiros (2005 e 2011), dois Paulistas (2009 e 2013), uma Libertadores (2012), um Mundial (2012) e uma Recopa Sul-Americana (2013). Além, claro, de duelos marcantes contra o Verdão.

- Ganhar (o Dérbi) sempre foi complicado, as partidas eram bem disputadas. Lembro de um jogo que a gente eliminou o Palmeiras na semifinal (do Paulista de 2011), em que eu peguei o último pênalti (de João Vitor), é um dos mais marcantes da minha carreira. Tem outra partida contra o Palmeiras, o 0 a 0 no Brasileiro (de 2011) em que fomos campeões brasileiros. Não era final, mas o último jogo acabou sendo contra eles e marcou também - completou o goleiro, que evita criar uma carga maior para o confronto desta noite por conta do histórico. Segundo ele, esta é mais uma partida apenas.

Depois de quatro anos jogando entre Náutico e Santa Cruz, Julio Cesar acertou com o Red Bull até o fim do Paulista. A meta do time é classificar-se à próxima fase e conseguir uma vaga na próxima Série D do Brasileiro. Para ele, é a chance de voltar a chamar a atenção de um clube da Primeira Divisão.

- É muito bom poder voltar a minha cidade, um grande centro do futebol e importante. Vou fazer grandes jogos, enfrentar grandes adversários, jogos bons de jogar. Não é um recomeço, mas quero fazer uma nova história vitoriosa (em São Paulo) como a primeira. Tendo um bom Paulista, o Red Bull infelizmente não tem calendário no meio do ano, quero voltar a um time de Série A, não sei onde ainda - encerrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos