Palmeiras sente falta de Felipe Melo, mas vira ao 'estilo Thiago Santos'

O jogadores do Palmeiras repetiram na saída do Allianz Parque que o time não teve boa atuação, mas a luta e disposição foram premiadas com a virada sobre o Red Bull já no fim. Com o estilo brigador do artilheiro improvável da noite, Thiago Santos, o Verdão passou por cima das dificuldades que apareceram em maior número no jogo da terceira rodada do Campeonato Paulista.

Roger teve de poupar Marcos Rocha, Felipe Melo e Willian por conta do desgaste. Os três fizeram falta, mas a ausência do meio-campista foi a mais sentida, já que dos pés dele a construção de jogadas a partir da defesa é um ponto forte, tanto em bolas longas quanto em passes que "quebram linhas".

Sem o camisa 30, o Palmeiras não teve isto com Thiago Santos, um dos melhores marcadores do elenco. No primeiro tempo, o Red Bull deu espaço propositadamente ao volante quando o Verdão tinha a bola, mas encaixotava os articuladores Lucas Lima, Tchê Tchê e Dudu. Assim, a equipe de Roger rodava a bola no ataque, mas sem criar oportunidades.

O empate veio da cabeça de Thiago Santos, em falta de Lucas Lima, para salvar um primeiro tempo abaixo do esperado no Palmeiras. Após o intervalo, mesmo sem substituições, a postura da equipe mudou e as chances aumentaram. O volante também começou a se aproveitar do espaço deixado pelos visitantes e teve a primeira chance de virar, de cabeça. A finalização saiu por cima do gol.

Enquanto Lucas Lima ditava o ritmo, Dudu sofria faltas próximas à área e Borja tinha dificuldade para participar do jogo, Thiago Santos foi ganhando importância. Foi nele, por exemplo, a falta que gerou a expulsão de Rodrigo Andrade, minutos depois de o meia perder um pênalti.

Nos minutos finais, já na pressão, o time conseguiu a virada em uma jogada de abafa: cruzamento de Thiago Martins, Antônio Carlos passou da bola e Thiago Santos entrou livre, como centroavante, para virar. Uma atuação em que o Palmeiras não empolgou, mas com mérito também ao adversário, que com uma equipe experiente vendeu caro o resultado.

Único time com 100% de aproveitamento no Paulista, o Palmeiras sentiu a ausência de Felipe Melo para praticar o mesmo jogo das últimas duas rodadas, mas mostrou que também sabe brigar. Como Thiago Santos, que se não tem as mesmas características do atual titular, é muito útil para a sequência da temporada no Verdão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos