Comissão eleitoral do Corinthians recomenda veto a Paulo Garcia

A comissão eleitoral do Corinthians recomendou ao Conselho Deliberativo a impugnação da candidatura do empresário Paulo Garcia à presidência do clube. No parecer, a comissão apresentou como argumento o fato de Garcia ter admitido que pagou sócios, o que foi encarado como compra de votos para a eleição.

A resolução deve sair nesta segunda-feira, com decisão do Conselho Deliberativo. Para que a candidatura de Paulo Garcia seja impugnada, o presidente do órgão, Guilherme Strenger, precisa acatar o parecer da comissão; A tendência é que isso ocorra, já que foi feito o mesmo em outros dois apontamentos da comissão: impugnação da candidatura de Antonio Roque Citadini, revertida depois, e absolvição de Roque e Andrés Sanchez em outras denúncias.

O Corinthians tem cinco candidatos à presidência: Andrés Sanchez, Antonio Roque Citadini, Felipe Ezabella, Paulo Garcia e Romeu Tuma Júnior. A eleição ocorre no próximo sábado, dia 3. Garcia já disse que não iria recorrer da decisão caso sua candidatura fosse impugnada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos