Comissão eleitoral do Corinthians recomenda veto a Paulo Garcia

A comissão eleitoral do Corinthians recomendou ao Conselho Deliberativo a impugnação da candidatura do empresário Paulo Garcia à presidência do clube. No parecer, a comissão apresentou como argumento o fato de Garcia ter admitido que pagou sócios, o que foi encarado como compra de votos para a eleição.

A resolução deve sair nesta segunda-feira, com decisão do Conselho Deliberativo. Para que a candidatura de Paulo Garcia seja impugnada, o presidente do órgão, Guilherme Strenger, precisa acatar o parecer da comissão; A tendência é que isso ocorra, já que foi feito o mesmo em outros dois apontamentos da comissão: impugnação da candidatura de Antonio Roque Citadini, revertida depois, e absolvição de Roque e Andrés Sanchez em outras denúncias.

O Corinthians tem cinco candidatos à presidência: Andrés Sanchez, Antonio Roque Citadini, Felipe Ezabella, Paulo Garcia e Romeu Tuma Júnior. A eleição ocorre no próximo sábado, dia 3. Garcia já disse que não iria recorrer da decisão caso sua candidatura fosse impugnada.

UOL Cursos Online

Todos os cursos