Lugano aceita convite da diretoria e volta a trabalhar no São Paulo

O uruguaio Diego Lugano aceitou o convite da diretoria do São Paulo e voltará a trabalhar no clube do Morumbi. Depois de mais de um mês de indefinição sobre seu futuro, o ex-zagueiro tomou uma decisão e optou por retornar ao clube que o consagrou no futebol. No último domingo, inclusive, o ídolo esteve com a delegação são-paulina para o clássico Majestoso, no Pacaembu.

Depois de conversar com sua família, amigos e ouvir propostas do futebol uruguaio e do mundo árabe, Lugano tomou sua decisão. O São Paulo ainda não o anunciou oficialmente, mas deve fazê-lo nos próximos dias. Na partida contra o Corinthians, inclusive, oex-zagueiro conversou com os jogadores antes e após a derrota no clássico. Na saída da delegação do estádio, o uruguaio pediu para não dar declarações antes de ser apresentado.

O 'reforço' são-paulino terá sua imagem de campeão usada pelo clube em ações institucionais. Ao lado de Raí e Ricardo Rocha, o ídolo é uma das apostas da atual diretoria em criar uma impressão positiva com os torcedores e, principalmente, dar comando ao departamento de futebol com nomes que conheçam a importância e o peso da camisa do São Paulo.

O agora dirigente Lugano não ficará apenas no CT da Barra Funda e suas funções transcenderão o departamento de futebol. Campeão do mundo com o Tricolor em 2005, o ex-zagueiro retornou para a capital paulista na semana passada para resolver questões particulares e foi ao clube para acertar as últimas pendências do acordo. O cargo que será ocupado pelo uruguaio ainda não tem um nome definido.

Além de acompanhar os treinamentos e auxiliar comissão técnica e diretoria do departamento de futebol na tomada de decisões, Lugano será utilizado pelo clube em atividades extra-campo. Ex-capitão da seleção uruguaia, o ídolo tricolor atuou por anos no futebol europeu e construiu boas relações em várias esferas. O São Paulo vê isto como um grande potencial a ser explorado.

O defensor aposentou-se em dezembro do ano passado em pleno Morumbi, no empate em 1 a 1 com o Bahia, na última rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo tendo entrado em campo em poucas oportunidades no ano passado, o uruguaio teve papel fundamental no elenco que brigou contra o rebaixamento no Brasileirão. Lugano era um líder nos vestiários e uma ponte entre a comissão técnica e os atletas, principalmente os mais jovens.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos