O trabalho de Carille para reforçar o lado esquerdo do Corinthians

Após quatro jogos, o Corinthians faz um balanço positivo do início de temporada, com três vitórias e uma derrota. Mas isso não quer dizer que tudo são flores. Em sua entrevista coletiva após a vitória no clássico contra o São Paulo, o técnico Fábio Carille avisou: há muito a melhorar. A começar pelo lado esquerdo, setor que neste momento é o de mais preocupação para o comandante.

São duas situações diferentes. O lateral-esquerdo Juninho Capixaba tem dificuldade na marcação. Carille já sabia disso e vem trabalhando para melhorar. Ele acredita que, com 20 anos, Juninho tem boa capacidade de absorção e personalidade para melhorar rápido. No clássico, passou dificuldade para conter os avanços de Marcos Guilherme. Carille acredita que a entrada na sua tão trabalhada linha de quatro e outros exercícios específicos podem dar essa condição ao seu lateral, que vai bem no apoio. Feito isso, o comandante espera um sistema defensivo tão sólido como do ano passado. Vale lembrar que Henrique ainda pode entrar na zaga pela esquerda, brigando por posição com Pedro Henrique.

A outra peça do lado esquerdo é Clayson. O atacante se fixou mesmo como titular. Mas vai precisar trabalhar forte. A preocupação da comissão técnica é com a força física do jogador. Clayson é franzino, não teve uma alimentação adequada na juventude, precisa sempre de fortalecimento. E tem muita disposição para acelerar o jogo. Quer sempre partir para cima dos adversários e isso o desgasta muito. A orientação dada a ele é para dosar isso durante as partidas e guardar fôlego para lances decisivos, sem desperdiçar energia. Paralelamente, a preparação física faz trabalho especial de fortalecimento. Com Clayson mais forte, Carille acredita que terá um time ainda mais competitivo.

O exemplo para o atacante vem de Romero. Na visão da comissão técnica, o lado direito na dobradinha com Fagner já trabalha em alto nível no sentido de atacar e defender. O paraguaio consegue dosar melhor o jogo, e também por isso tem mais fôlego para cobrir as investidas do lateral. Por isso, o camisa 11 dificilmente sairá do time.

O próximo teste para o Corinthians é no próximo domingo contra o Novorizontino. A equipe terá toda a semana para treinar. Com esse tempo, Carille espera turbinar seu lado esquerdo, por onde espera construir muito mais jogadas. A lembrar: o reserva de Capixaba é Guilherme Romão, enquanto Lucca já atuou aberto pela esquerda.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos