'Se eu não for à Copa por ficar no PSG, nunca me perdoarei', diz Pastore

A saída de Javier Pastore do Paris Saint-Germain parece iminente. Após a goleada da equipe sobre o Montpellier no último sábado, o argentino falou sobre o desejo de jogar na Copa do Mundo da Rússia, mesmo que, para isso, precise deixar o PSG, onde atualmente é apenas reserva.

- Eu não sei. Sinceramente, estamos em uma situação difícil. É uma escolha muito difícil. Estou bem aqui, muito feliz. A única coisa que quero é jogar mais tentar ir à Copa. Se eu não for à Copa por ficar aqui no PSG, nunca me perdoarei. Não estava na última lista porque não jogo aqui, é normal. A Argentina tem muitos jogadores que estão melhores. Aqui tenho que esperar alguém se machucar para poder entrar em campo - disse Pastore.

O meia não escondeu o desejo de retornar para a Itália. Ele atuou no futebol do país de 2009 a 2011, quando esteve no Palermo. O provável destino é a Inter de Milão, que já foi conectada ao jogador em algumas oportunidades.

- Depende também do clube para que eu vá. Não quero ir a qualquer lugar. Se eu for sair, é para jogar na Itália, uma liga que conheço bem e gosto muito. Minha esposa mora lá e para mim a família é importante. Vamos tentar encontrar um acordo com o clube nos próximos dias - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos