Gabigol cita erros na Europa e despista sobre estreia em clássico

Com desculpas. Assim Gabigol chegou à Vila Belmiro. Mas à nação santista, só juras de amor. As ressalvas foram referentes os últimos 18 meses em que atuou na Europa, por Inter de Milão (ITA) e Benfica (POR).

As primeiras peguntas que respondeu na Vila Belmiro foram sobre o período no Velho Continente. Sem problemas de falar do passado, o camisa 10 do Peixe se justificou pelo pouco tempo de jogo.

- Acho que minha passagem pela Europa não foi como esperava. Mas não tive muitas oportunidades. Não é um bom momento de passar. Sempre me dediquei. Teve momentos que sei que errei, mas sempre treinei bastante e procurei espaço. Dificuldade sempre tem. As primeiras semanas foram muito difíceis. Pude me adaptar rápido, me surpreendi. Não tive sequência. Chegou o momento que vi que não teria muitas oportunidades. E tenho felicidade em jogar, preciso fazer isso - analisou.

Ansioso para voltar a vestir a camisa do Santos, Gabigol treina no CT Rei Pelé há menos de uma semana. Bem avaliado nos primeiros testes físicos, o camisa 10 tem a chance de reestrear no clássico contra o Palmeiras, no domingo, às 17h, no Allianz Parque, pelo Paulistão.

Porém, ainda não há confirmação do técnico Jair Ventura e nem mesmo do atacante.

- Eu me cuidei bastante, isso me ajuda bastante. Agradeço ao Sergio Peres, preparador físico do sub-23. Fiquei esperando a decisão ser tomada. Fiz alguns testes, estou treinando, treinei hoje que era folga. Amanhã tem dois períodos. Estou evoluindo bem, mas é cedo para falar que estou pronto. Se precisarem de mim, estarei à disposição - completou.

O Santos deve inscrever Gabigol no Boletim Informativo Diário da CBF durante esta semana para poder contar com o atacante no clássico.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos