É pênalti? Chama o Brenner! Camisa 9 diz nunca ter perdido cobrança

Bola na marca da cal e Brenner para a cobrança. Seja pelo time que for, o resultado é o mesmo: rede balançando. O atual camisa 9 do Botafogo vem se mostrando um exímio cobrador de pênaltis - no último domingo marcou mais um desta forma -, mas não é de hoje. De acordo com a assessoria do jogador, o centroavante garante nunca ter perdido uma cobrança em jogos. Nem na época das divisões de base.

De fato, desde que há registros, o aproveitamento dele é de 100%. Foram quatro batidas em 2016, pelo Juventude, oito em 2017, por Internacional e já pelo Glorioso, e outras duas nesta temporada. O centroavante parece tentar esperar a decisão do goleiro, procura deslocá-lo, mas não há uma regra de lado (dados também do Footstats e do analista Rafael Maciel).

- Não posso contar o segredo (risos), mas é muito treino. E eu treino com os dois melhores goleiros do Brasil (Jefferson e Gatito Fernández, na visão dele). Sempre treino com eles, e erro alguns. Isso é bom para estar cada vez mais afiado. Fica meio a meio contra eles, é difícil para caramba - brinca.

O aproveitamento perfeito do centroavante remete automaticamente a Henrique Dourado, que está de saída do Fluminense, e faz lembrar Renaldo, também centroavante, que fez sucesso entre os anos 1990 e início dos anos 2000. Este ostentava o título de nunca ter errado até que perdeu duas cobranças na mesma noite, em 2005.

A longeva boa fase em cobranças de pênaltis e o bom início de ano, com três gols em quatro jogos, faz Brenner aparecer de forma positiva ao mesmo tempo em que ganhará concorrência no Botafogo. Kieza passou por exames médicos nesta segunda-feira, e deve ser anunciado oficialmente como reforço do Glorioso nesta terça. O atual titular dá as boas-vindas ao companheiro, e vê possibilidade de parceria.

- Claro, com certeza as boas-vindas. Ele chega para somar, para ajudar. Ele é ótimo camisa 9, vamos dar uma dor de cabeça boa para o professor Felipe. Quem estiver melhor vai jogar - afirmou, após o último jogo, antes de concluir:

- Acho que, no Vitória, teve um jogo em que ele estava aberto pela esquerda. Se tiver que jogarmos os dois, jogamos. O importante é que saiam os gols e ajudemos o Botafogo a conquistar títulos - espera.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos