Henrique é seguro, Vital cria e Lucca se destaca: Carille observa reservas

Apesar da fragilidade do Nacional, décimo colocado da Série A2 do Paulista, a goleada por 4 a 0 do Corinthians no jogo-treino desta terça-feira mostrou que o técnico Fábio Carille tem boas opções no banco de reservas. O maior destaque foi Lucca, autor de dois gols.

Na zaga, Henrique mostrou segurança mesmo não estando na melhor forma física. Possivelmente ele assumirá a vaga de Pedro Henrique e formará dupla titular ao lado de Balbuena. Aos 31 anos, o defensor deve ficar à disposição para o jogo contra o Novorizontino ou Santo André. No gol, Caique e Filipe praticamente não foram exigidos.

Os laterais Mantuan e Guilherme Romão não comprometeram, mas também quase não tiveram destaques durante o treino. O zagueiro Léo Santos, de 19 anos, foi bem e orientou os companheiros a todo instante, como de costume.

No meio de campo, Renê Júnior fez a função de Gabriel. Ele pode atuar mais adiantado, mas foi testado à frente da zaga. Embora ainda não esteja na melhor forma física, o jogador não comprometeu na marcação e ajudou nas saídas de bola.

Camacho também fez uma partida, com um gol e uma assistência para Lucca, mas quem apareceu ainda mais foi Mateus Vital. Aos 19 anos, ele chamou o jogo, criou, sofreu faltas, deu uma assistência e marcou um gol. Na verdade, seriam duas assistências, mas o juiz não viu o desvio de Danilo após a cobrança de falta.

Pelas pontas, Lucca e Emerson Sheik tiveram boa movimentação e voltaram para ajudar na defesa. Lucca foi o principal jogador corintiano no teste, com dois gols marcados, boas jogadas e bastante entrega. Sheik, por sua vez, teve poucas oportunidades para brilhar no ataque.

Por fim, Danilo foi o escolhido para atuar como 9. Aos 38 anos, ele teve boa participação no começo, marcou o gol que foi dado a Mateus Vital e até voltou para marcar. Caiu de produção na parte final da atividade.

No terceiro tempo, Carille mudou toda a equipe. Atuaram: Maltos, Léo Príncipe, Yago, Carlos e Moisés; Jean; Pedrinho, Fellipe Bastos, Warian e Giovanni Augusto; Carlinhos. Sem criatividade e entrosamento, a equipe quase não levou perigo e passou em branco durante os últimos 30 minutos do jogo-treino.

Enquanto os reservas eram observados por Carille, os titulares do clássico contra o São Paulo receberam Maycon, Marquinhos Gabriel e Júnior Dutra para um trabalho em campo reduzido. Eles sabem que tem bastante jogadores brigando pelas vagas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos