Azeglio Vicini, técnico da Itália na Copa de 90, morre aos 84 anos

A Itália está em luto. Nesta quarta-feira, a Federação Italiana de Futebol informou a morte de Azeglio Vicini (84 anos), que conduziu a seleção da Itália ao terceiro lugar na Copa do Mundo de 1990, em Brescia. A causa do falecimento, no entanto, não foi informada ao público.

Vicini treinou a Azzurra de 1986 a 1991. Antes da Copa de 90, o comandante ainda chegou às semifinais da Eurocopa de 1988.

- Ele (Vicini) foi um homem extremamente importante para a minha vida no futebol - comentou Salvatore "Toto" Schillaci, artilheiro do Mundial de 1990, com seis gols.

- Ele também me tornou conhecido em todo o mundo. Acreditava em mim e se eu sou o que sou, 80% do mérito pertence ao técnico Vicini. Espero que o mundo do futebol o lembre como ele merece ser lembrado. Ele foi um treinador de outra era, um verdadeiro profissional, e os conselhos que ele me dava eram de pais - completou o goleador.

A FIGC também informou que, nesta quarta, antes de a bola rolar para o duelo entre Milan e Lazio, pelas semi da Copa da Itália, e no fim de semana, em compromissos da Serie A, haverá homenagens e silêncio em tributo.

Ex-técnico da Udinese e com passagem marcante como jogador da Sampdoria, Vicini deixa três filhos e esposa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos