Está ruim, mas está bom: São Paulo avança com 1 a 0 sobre Madureira

O São Paulo tinha todas as vantagens possíveis nesta quarta-feira: o Madureira, que ainda não venceu em 2018 e tinha um técnico interino, vendeu o mando para Londrina, em um estádio cheio de tricolores, e a equipe de Dorival Júnior só não se classificaria para a segunda fase da Copa do Brasil se perdesse. Ganhou por 1 a 0, mas mais irritou do que agradou, como comprovaram as vaias ao fim do jogo.

O São Paulo se impôs por poucos minutos e até sofreu alguns sustos. Graças a Marcos Guilherme, conseguiu o gol de Brenner, aos 17 minutos do primeiro tempo.

Até o gol, um time só

O São Paulo começou o jogo sem deixar o Madureira respirar. Na defesa do adversário, o Tricolor forçava os erros e recuperava a bola com tranquilidade. Só a perdia quando cometia algum equívoco sozinho, mal sendo incomodado.

Nesse ritmo, a vitória parecia tranquila, construída basicamente pelo lado direito do ataque. Quando a comissão técnica já se desesperava com o time pouco arriscando finalizações, Marcos Guilherme resolveu. Aplicou um drible da vaca na ponta direita e cruzou para Brenner, do outro lado, colocar a bola nas redes.

Pressão do Madureira?!

Desde o minuto inicial, ficou claro que o Madureira tinha um nível abaixo da maioria ou até de todos os times que disputam a Série A1 do Campeonato Paulista. Mesmo assim, a equipe carioca conseguiu se impor no fim do primeiro tempo.

Bastou adiantar seu jogo, em um movimento natural de quem está perdendo e só se classificaria com uma vitória, para o rival forçar erros de passes do Tricolor e até criar oportunidades de gol.

Ficou pior

O São Paulo começou o segundo tempo em cima do Madureira e até viu Brenner perder uma chance clara e Bissoli acertar a trave. Mas, apesar da gigantesca diferença técnica, mais se assustou com o Madureira, que não balançou as redes por falhar demais finalizando.

Agenda e situação na tabela

O São Paulo espera pelo confronto entre Manaus e CSA-AL, na próxima quarta-feira, para saber seu rival na segunda fase da Copa do Brasil. No sábado, às 17h, o time recebe o Botafogo, no Morumbi, pelo Paulistão.

FICHA TÉCNICA

MADUREIRA x SÃO PAULO

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)

Data: 31/1/2018

Árbitro: Rafael Traci (PR)

Auxiliares: Ivan Carlos Bohn e Pedro Martinelli Christino, ambos do PR

Cartões amarelos: Formiga, aos 25'/2ºT; Anderson Martins, aos 32'/2ºT

Cartões vermelhos: -

Gol: Brenner, aos 17'/1ºT (0-1)

MADUREIRA: Douglas; Formiga, Danrlei, Edmario, Douglas Lima (Renan, aos 13'/2ºT); Rezende (Téssio, aos 22'/2ºT), Thiago Mendes, William, Naninho e Catatau; Souza (Derek, aos 29'/2/ºT). Técnico: Acácio

SÃO PAULO: Sidão; Militão, Rodrigo Caio, Anderson Martins e Edimar; Jucilei, Araruna (Lucas Fernandes, aos 18'/2ºT) e Shaylon; Marcos Guilherme, Brenner (Paulo Boia, aos 21'/2ºT) e Diego Souza (Bissoli, aos 25'/2ºT). Técnico: Dorival Júnior

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos