Sheik festeja reestreia pelo Timão: 'Muita alegria, porque amo o clube'

Emerson Sheik reestreou pelo Corinthians neste sábado, ao entrar aos 21 minutos do segundo tempo da vitória por 1 a 0 sobre o Novorizontino, pela quinta rodada do Paulistão. Após a partida, o atacante comemorou e voltou a se declarar ao Timão. O último jogo dele pelo clube havia sido em 24 de maio de 2015, no empate sem gols com o Fluminense, pelo Brasileirão.

- A história ultrapassa a condição de conquistas, troféus, títulos e jogos importantes. Para mim é um motivo de muita alegria, porque eu gosto daqui, amo esse clube. Carioca que chegou em São Paulo e se apaixonou por um clube. Estou realizando mais um sonho de voltar a um lugar que fui e sou feliz - disse Sheik.

Aos 39 anos, Sheik não atuava desde o dia 8 de novembro do ano passado, quando defendia a Ponte Preta. Ele iniciou sua preparação no Corinthians no dia 16 de janeiro, passou a treinar normalmente com o elenco no dia 20 e disse ser privilegiado fisicamente.

- Dois meses sem jogar, agora alguns minutos. Esse condicionamento vem com os jogos. Sou um cara privilegiado, segundo os que entendem da parte física. Cheguei, treinei, os testes foram bons. Agora é ritmo. Quem entende de futebol sabe como funciona - afirmou Sheik.

O técnico Fábio Carille analisou a reestreia do atacante, que atuou aberto pelo lado esquerdo, como vem sendo nos treinos no CT Joaquim Grava.

- Sei que falta muito, não só para ele (Sheik), como para a maioria. O jogo me mostrou que ele poderia jogar aberto. O Tony (lateral-direito do Novorizontino) não estava mais descendo naquela parte do jogo. Por isso que coloquei o Sheik aberto - declarou Carille.

Sheik utiliza agora a camisa 47, em referência à data do título da Libertadores de 2012: 4 de julho (4/7/12). Na ocasião, ele fez dois gols na final sobre o Boca Juniors (ARG).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos