Torcedor do Goiás é morto a tiros após atirar contra torcedores do Vila Nova

A violência entre organizadas fez mais uma vítima em território goiano. Na tarde do último sábado, um torcedor do Goiás foi morto a tiros, quando tentava fazer uma emboscada contra um ônibus onde estavam torcedores do Vila Nova.

Segundo informações do "G1", o conflito aconteceu na Avenida Anhanguera. Lucas Pereira da Silva Neves, de 24 anos, estava em uma moto na Avenida Anhanguera atirou contra um ônibus que transportava os torcedores do Vila Nova. Em seguida, o torcedor (que tinha no abdômen uma tatuagem de organizada em referência ao Goiás) foi atingido com dois tiros.

- O torcedor do Goiás foi baleado depois de atirar contra o ônibus. Ainda não podemos afirmar quem são as pessoas que atiraram, mas a Polícia Civil estará fazendo as devidas investigações para apurar o crime - disse ao "G1" o comandante da GCM, Valdison Batista.

Lucas ainda foi socorrido e levado ao Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), mas morreu logo depois. De acordo com relatos de testemunhas, o incidente também rendeu conflitos entre organizadas de Goiás e Vila Nova na Avenida Anhanguera.

Torcedores do Goiás teriam jogado pedras no ônibus e dado pauladas no vidro no veículo. Em seguida, alguns vilanovenses desceram e foram alvos de disparos com armas de fogo.

De acordo com a Metrobus, o ônibus que levava torcedores do Vila Nova foi depredado:

- O pessoal, no desespero, pulou, quebrou para sair dos tiros disse o supervisor das ondas Ostensivas Municipais (Romu), Rodrigo Teixeira da Mata.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos