'Não quero que gritem apenas o meu nome', diz lateral Reinaldo

Novo titular da lateral esquerda do São Paulo, Reinaldo tenta dar a volta por cima no clube do Morumbi. Depois de uma primeira passagem conturbada pelo Tricolor (2013 a 2015), o jogador comemora o bom retorno após defender Ponte Preta e Chapecoense. No último sábado, diante do Botafogo-SP, o atleta deu uma assistência para Diego Souza e teve seu nome gritado pela torcida. Apesar do momento positivo, o são-paulino mantém os pés no chão.

- É muito bom ouvir seu nome sendo gritado pela torcida. Lá em Londrina, contra o Madureira, foi muito bom. Cheguei no Edimar (titular na ocasião) e falei para ele ficar tranquilo e continuar trabalhando bem. No Morumbi, também gritaram meu nome. Isso é bom, mas não quero que gritem apenas o meu nome. Quero que gritem o nome do time inteiro, declarou o lateral canhoto em entrevista no CT da Barra Funda.

Muito criticado por parte da torcida em sua primeira passagem pelo São Paulo, Reinaldo reconhece que errou em alguns momentos enquanto jogava na equipe do Morumbi. Nas passagens por Campinas e Chapecó, no entanto, o lateral conseguiu identificar suas falhas e soube trabalhar duro para corrigi-las e voltar mais competitivo ao Tricolor.

- Tinha alguns erros de posicionamento, que naquela época eu não tinha tanta noção. Hoje vejo que preciso ir com a cabeça e pernas tranquilas para chegar ao ataque com tranquilidade. Isso é importante. Aqueles dois anos foram muito importantes para o meu crescimento, admite o lateral.

Depois de desbancar Edimar e Júnior Tavares por uma vaga no lado esquerdo do time de Dorival Júnior, Reinaldo espera conquistar a simpatia dos torcedores e escrever uma nova história com a camisa do São Paulo. Se as atuações forem parecidas com a do último fim de semana, a missão do camisa 14 não deve ser tão difícil de ser conquistada.

- Voltei ao São Paulo muito tranquilo porque tive dois anos maravilhosos, tanto na Ponte como na Chape. Voltei mais maduro e com mais experiência. Foi só um jogo (pelo Tricolor no retorno). A tendência é só crescer. Meu objetivo é continuar jogando com raça e com muita vontade para ajudar meus companheiros e dar alegria para os torcedores, concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos