Chape tenta reverter placar contra o Nacional-URU para seguir viva na Libertadores

A Chapecoense já está no Uruguai para o confronto com o Nacional, pela segunda fase da Libertadores. A partida será na quarta-feira, às 21h45, e o Verdão do Oeste precisa de uma vitória por dois ou mais gols para avançar na competição. O time treinou no estádio Luiz Fanzini, do Defensor. Nesta terça-feira, acontece um trabalho de reconhecimento no Parque Central, local do jogo.

Vale lembrar que a Chape perdeu no primeiro duelo contra o time de Montevidéu por 1 a 0. Caso o resultado seja o mesmo do jogo de ida, a decisão vai para os pênaltis.

Em casa, a Chapecoense teve muita dificuldade na criação de jogadas. A equipe do Uruguai bloqueou os ataques do Verdão, que não conseguiu ser incisivo na partida. Com a obrigação de vencer, o treinador Gilson Kleina decidiu fechar os dois treinos que antecedem o desafio.

Cabe ressaltar que o técnico não poderá contar com o lateral-direito Eduardo e o atacante Perotti, suspensos. O volante Canteros também está fora, por conta de lesão. A novidade é a volta do volante Moisés Ribeiro e do atacante Arthur Caíke. Ambos estarão a disposição do comandante.

A provável escalação da Chapecoense é: Jandrei; Apodi, Fabricio Bruno, Douglas e Bruno Pacheco; Marcio Araújo, Amaral, Lucas Mineiro e Nadson; Guilherme e Wellington Paulista.

Já Alexander Medina, técnico do Nacional-URU, poderá contar com: Esteban Conde; Matías Zunino, Guzmán Corujo, Diego Arismendi e Jorge Fucile; Cristian Oliva, Santiago Romero, Alvaro González e Carlos De Pena; Tabaré Viudez e Sebastián Fernández.

O vencedor passará para terceira fase preliminar, última antes da fase de grupos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos