Chelsea promete banir grupo que fez coro antissemita: "Envergonha o clube"

  • Toby Melville/Reuters

O Chelsea promete punição severa aos seus torcedores que entoaram cânticos antissemitas na derrota para o Watford, por 4 a 1, na última segunda-feira. A diretoria garantiu que vai banir os responsáveis e que o episódio 'envergonha o clube'.

A partida diante do Watford foi fora de casa, no Vicarage Road. Um torcedor dos Blues ficou revoltado com os cantos de sua própria torcida e denunciou o caso aos seguranças.

- Antissemitismo não tem lugar no nosso clube, no futebol ou em toda a sociedade. Qualquer um que seja declarado culpado de linguagem ou comportamento antissemita irá sofrer sanções do clube, incluindo banimento dos jogos, e deverá participar de cursos de igualdade. Apreciamos que torcedores do Chelsea tenham denunciado este comportamento, que envergonha o nosso clube - escreveu o Chelsea, por meio de uma nota oficial.

A polícia informou que não havia recebido denúncias de racismo durante o jogo. No entanto, afirmou que atuará junto com os clubes para identificar os torcedores.

Em setembro do ano passado, torcedores do Chelsea já haviam cantado músicas antissemitas como forma de apoio a Alvaro Morata. Na ocasião, o atacante espanhol repudiou a atitude e exigiu "mais respeito a todos".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos