Presidente do SP ri sobre Cueva: "Precisamos evitar que ele viaje ao Peru"

Do UOL, em São Paulo

  • Marcello Zambrana/AGIF

Nas duas últimas vezes em que foi ao Peru, tanto para defender a seleção, em novembro, quanto para passar férias, Cueva voltou com atraso e recebeu multa. Recentemente, o jogador ainda causou indisposição ao se recusar a ser reserva. Mas o camisa 10 já pediu desculpas e Carlos Augusto de Barros e Silva, presidente do São Paulo, até faz brincadeira a respeito da situação do meia.

"Precisamos evitar que ele viaje ao Peru porque, aí, ele demora para voltar", sorriu Leco, durante evento da Federação Paulista de Futebol, nesta quinta-feira, enfatizando que confia na melhora do comportamento do atleta.

"Temos sempre de estar de olho, ainda mais com figuras com características que exigem uma atenção maior. É, indiscutivelmente, um grande jogador e uma boa figura humana. Estamos tratando de desenvolver nele tudo que pode trazer de importante. É um grande jogador e querido pela torcida, sem dúvida."

Cueva chegou a ser vetado pela diretoria de ser relacionado para três jogos neste ano. Foi liberado para a partida do último sábado, contra o Botafogo-SP, quando voltou fazendo gol de pênalti e comemorou com gesto de pedido de desculpas em direção à torcida e à comissão técnica. Já tinha feito o mesmo em conversa com o elenco e foi titular pela primeira vez em 2018 nessa quarta-feira, diante do Bragantino.

Leco já tinha dito que pediu a Raí, diretor executivo de futebol do São Paulo, para tentar melhorar o relacionamento do peruano com o clube. Há um mês, o Tricolor recusou uma proposta do Al-Hilal, da Arábia Saudita, o que motivou a mais recente indisposição do meia - Ricardo Gareca, técnico da seleção peruana, veio ao Brasil para pedir mais disciplina ao jogador.

"Não quero dizer que é a última chance. Esperamos que ele volte, agora, porque nos prometeu, admitiu o erro, se desculpou por isso. E não vai mais fazer", apostou Leco.

Existe um consenso entre a diretoria do São Paulo e os representantes de Cueva de que o jogador pode aproveitar a Copa do Mundo para se valorizar e ser negociado no meio do ano. Mas, até lá, o trabalho é para que ele renda em campo pelo clube, evitando voltar a causar problemas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos