Foto íntima entre presidente e jogador vaza e gera polêmica no Paraguai

  • Reprodução

    Presidente do Rubio Ñu assumiu relacionamento amoroso após ter sido chantageado

    Presidente do Rubio Ñu assumiu relacionamento amoroso após ter sido chantageado

Uma foto causou enorme repercussão no Paraguai. Na imagem, o presidente do Rubio Ñu de Luque, Antônio González, aparece na cama com o jogador do clube, Bernardo Caballero. O dirigente assumiu relacionamento amoroso com o atleta e revelou que estava sendo chantageado.

Antônio González divulgou um vídeo contando o caso.

"Vamos ser honestos, Caballero estava comigo no Rubio Ñu há mais de dois anos, era muito especial para mim. Era o meu companheiro. E tinha todos os privilégios: carros que nunca pensou conduzir, como Mercedes Benz, Land Cruiser, Prado, Hilux... De repente apareceu uma velha louca. Ele era meu parceiro sentimental e peço desculpas se isso incomoda muitos, sou sincero", contou.

Time presidido por Antônio González, o Rubio Ñu de Luque disputa torneios amadores no Paraguai e é homônimo do Rubio Ñu, de Assunção, que disputa a segunda divisão do país.

Segundo divulgado pelo mandatário, as chantagens estariam vindo do próprio jogador, que queria a liberação para sair do clube.

As chantagens teriam sido iniciadas após a chegada de um novo empresário do jogador, que segundo a imprensa paraguaia, viveria um triângulo amoroso e o ciúme seria o motivo de todo o escândalo.

"Faz 15 dias que este Valentín (o empresário) está mexendo com um secretário meu, dizendo que queria o seu passe. Eu disse a ele que não queria conversar com aquele homem: seu passe custa 2 milhões de guaranis [R$ 1,1 mil]. Que ele traga e pronto. Ele nos citou duas vezes na Liga, fomos e ele disse que ele só tinha 1 milhão", contou o dirigente no vídeo divulgado.

Agente diz que presidente 'obrigava' Caballero a estar com ele

Chamado de "velha louca" por González, o empresário Valentín Ozuna - razão do ciúme do presidente - também deu sua versão da história. Ele afirmou que González e jogador nunca foram um casal, e que o mandatário obrigava Caballero a estar com ele. 

"Não foram um casal em nenhum momento. Não se pode chamar de relacionamento quando alguém te obriga a estar com ele", disse o agente à rádio La Unión R800, afirmando que ele é parceiro amoroso do jogador há pelo menos cinco anos.

Valentín também disse que a foto vazada é antiga, de quando Caballero tinha apenas 18 anos, e que são parte de uma nova manobra de extorsão do presidente. 

"É uma questão de despeito. Se é verdade que Caballero andava de Hilux e não sei o que, por que então ele vivia em uma casa normal, com veículo normal? É ilógico", questionou o agente, que também disse ter tido a casa invadida por três pessoas armadas na noite de quarta-feira. A polícia foi acionada rapidamente, e os intrusos fugiram pelos fundos. O empresário disse ter apresentado a queixa ao Ministério Público.

Atleta acusa mandatário de extorsão

Caballero, por sua vez, fez duras críticas a González e o acusou de extorsão.

"Ele disse que nunca iria me dar meu passe, mencionou a foto e afirmou que não me deixaria sair do clube. Me ameaçou", disse o jogador. 

O atleta que teve a foto com o presidente vazada ainda disse que não foi o único a receber ameaças do dirigente do Rubio Ñu. 

"Não só eu, mas outros jogadores também. Ele dizia que ia nos promover, mas nunca fez isso. Pelo contrário, truncava qualquer negociação. Meu sonho era ser um jogador de futebol bem-sucedido. Agora, só espero que isso que houve comigo não aconteça com mais ninguém", completou. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos