Rádio lamenta postura do Atlético-MG: "Repudiamos qualquer cerceamento"

  • Reprodução/SporTV

    Oswaldo de Oliveira se irrita após empate do Atlético-MG

    Oswaldo de Oliveira se irrita após empate do Atlético-MG

A decisão da diretoria do Atlético-MG de vetar a entrada do repórter Léo Gomide após o incidente ocorrido com Oswaldo de Oliveira em Rio Branco (AC) foi motivo de lamentação para a Rádio Inconfidência. Nesta quinta-feira, o chefe do departamento de esportes, José Augusto Toscano, manifestou o posicionamento oficial da emissora em vetar o repórter de fazer reportagens na Cidade do Galo:

"Em nome da Rádio Inconfidência, nós repudiamos e não concordamos com nenhuma atitude de cerceamento a qualquer tipo de profissional, seja ele da Inconfidência ou de qualquer outro veículo. Fica aqui nosso repúdio à nossa postura oficial do Clube Atlético Mineiro".

Toscano ainda manifestou a confiança no trabalho de seu jornalista.

"O Léo Gomide é um profissional gabaritado, com uma carreira já consolidada, com três anos na Rádio Inconfidência. Léo é um cidadão de bem, educado. No exercício da profissão dele, de jornalismo, onde, acima de tudo, sua função é perguntar, nunca faltou com respeito a nenhum ser humano".

O chefe do departamento de esportes disse que ainda ouvirá o repórter para saber detalhes sobre o caso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos