Conte fala em continuidade no Chelsea e diz que está comprometido

  • Michael Regan/Getty Images

    Antonio Conte diante do banco de reservas do Chelsea

    Antonio Conte diante do banco de reservas do Chelsea

O clima entre Antonio Conte e o Chelsea só fica mais tenso a cada dia. No entanto, mesmo vivendo uma crise nos bastidores, o italiano acredita que as derrotas recentes do time não são motivo para demissão. Os Blues foram derrotados por Bournemouth, em casa, e Watford, fora, nas últimas rodadas do Inglês.

"Estou totalmente comprometido. Acredito que um clube continua trabalhando com um treinador não por aquilo que ele consegue alcançar em uma temporada, mas por uma questão de confiança. Só assim se pode construir algo sólido. Mas isso também não quer dizer que não tenhamos que ganhar troféus, porque não é assim tão simples. Especialmente na Inglaterra", disse Chelsea.

"Até pode acontecer ganhar e o clube não estar contente contigo. Porém, você pode confiar num treinador, no seu trabalho e continuar com ele mesmo se não vencer. E tentar construir algo importante. Tem duas maneiras: a maneira estúpida e a maneira inteligente", completou.

Os problemas são extensos. Tudo começou com a dispensa do atacante Diego Costa, que foi avisado por Conte através de mensagem de texto que já não fazia mais parte dos planos dos londrinos. Depois, o zagueiro David Luiz - um dos líderes do elenco - foi barrado. Agora, os maus resultados só impulsionam as críticas. Além disso, Conte deixou claro que não participou da escolha dos reforços na janela de janeiro.

"Preciso falar mais com os treinadores que são muito, muito bons em persuadir seus clubes para gastar mais dinheiro e comprar melhores jogadores. Acho que sou um desastre em convencer o clube a comprar. Posso melhorar muito nisso", analisou.

O Chelsea se prepara para um complicado confronto contra o Barcelona pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. O jogo de ida será só na próxima semana, mas o clima da decisão já começa a aparecer.

"Meus jogadores não estão acostumados, mas estão se adaptando a esses rumores e especulações. Mas estou muito feliz, com certeza. Muito feliz com o comprometimento dos meus jogadores e com o comportamento dos atletas. Eles me mostram todos os dias que querem superar essa situação. Estamos falando de um time que está em quarto na liga e se preparando para enfrentar o Barcelona", disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos