Fábio demonstra frustração por não receber chances na Seleção Brasileira

  • André Yanckous/AGIF

Apesar das boas atuações no Cruzeiro, o goleiro Fábio não recebe oportunidade na seleção brasileira desde 2011: a última vez que foi convocado foi no amistoso contra Gana. Na ocasião, o Brasil venceu a seleção africana por 1 a 0, em Londres, mas o arqueiro não chegou a entrar em campo.

Em entrevista coletiva na Toca da Raposa, Fábio comentou sobre o pedido feito por parte da mídia paulista para a convocação de Jaílson, goleiro de 36 anos que defende o Palmeiras.

- Se for por menos tempo (que está em evidência), e com todo respeito a ele (Jaílson), ele tem mais chance do que eu, porque geralmente quem vai para a Seleção é quem está aparecendo recentemente. Deixando as diretas de lado, eu não posso falar em termos de situação, que é delicada, todos já falaram, não só ex-jogadores, imprensa de outros estados - disse o jogador.

O goleiro, de 37 anos, não entende porque não é chamado para vestir a camisa verde-amarela. O atleta destacou que se empenha na Raposa para conseguir sequência de bons resultados.

- Seleção é a pergunta que eu mais escuto. Aonde eu vou, me perguntam. O que acontece, por que não te levam? Eu sempre digo que não sei. Sempre trabalho igual aos outros. Tento fazer o melhor para o Cruzeiro, em todas as partidas. Sou ser humano, já errei. Nestes anos, em termos de manter uma média de alto rendimento dentro dos jogos, respeito todos os goleiros, mas dificilmente acho que alguém conseguiu isso há tanto tempo. E não tive oportunidade de retornar à Seleção - afirmou Fábio.

Se dispensam Fábio na seleção brasileira, pelo menos Mano Menezes o considera titular absoluto no Cruzeiro. O próximo jogo do goleiro será sábado, contra o Villa Nova, no Mineirão, às 16h30.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos