Lukaku põe fim a jejum, e United vence o Chelsea de virada

Manchester United United e Chelsea fizeram um jogo bastante movimentado neste domingo, em Old Trafford. Melhor para os Red Devils, que venceram de virada por 2 a 1 e reassumiram a segunda colocação do Campeonato Inglês. Willian abriu o placar para os Blues, com Lukaku e Lingard decretando a vitória dos anfitriões.

O atacante belga chegou à partida criticado e foi o grande nome da partida, com um gol e uma assistência. De quebra, marcou sobre o Chelsea após 18 partidas e também balançou a rede pela primeira vez sobre um time do top-8 do Inglês nesta temporada.

O resultado deixa o United com 59 pontos, em segundo na Premier League, a 13 do líder Manchester City. Já o Chelsea segue em quinto, com 53.

O Chelsea começou melhor, garantindo a posse de bola e imprimindo velocidade em seu ataque. Com Kanté e Drinkwater fazendo a proteção à defesa, Moses e Alonso tinham mais liberdade para atacar. O primeiro lance de perigo saiu pela esquerda, quando o espanhol cruzou de primeira e Morata, bem colocado, acertou o travessão. No rebote, Hazard obrigou De Gea a fazer grande defesa.

Aos poucos, o Manchester United foi equilibrando as ações e aparecia com mais frequência no campo de ataque. Contudo, Sánchez e Martial não se encontravam, deixando Lukaku isolado no ataque. Do outro lado, Willian e Hazard davam um calor ao sistema defensivo dos Red Devils.

A primeira boa chance do United saiu apenas aos 27 minutos, quando Sánchez recebeu na área e bateu fraco, sem muitos problemas para Courtois. Logo depois, o Chelsea abriu o placar. Willian recebeu belo passe de Hazard e bateu forte. A bola foi em cima do goleiro De Gea, que não conseguiu defender.

Pressionado, o United chegou ao empate. Em grande triangulação, Sánchez acionou Martial, que rolou para Lukaku marcar. Foi o primeiro gol do atacante em cima do Chelsea após 18 partidas.

O segundo tempo foi mais truncado, com menos oportunidades de gol. Os homens de frente passaram a não levar tanta vantagem sobre os defensores e, com isso, os chutes de fora da área foram mais frequentes.

Aos 22, um lance plástico quase colocou o Manchester United em vantagem. Sánchez colocou na área e Lukaku mandou de voleio, mas Courtois fez excelente defesa. Atrás da vitória, Mourinho lançou Lingard no lugar do apagado Martial. No Chelsea, Conte tirou Hazard, cansado, e mandou a campo o espanhol Pedro. Giroud também entrou.

A mudança do Special One surtiu efeito. Após cruzamento de Lukaku, Lingard apareceu nas costas de Christensen e cabeceou firme, sem chances para Courtois. A resposta do Chelsea foi imediata e Willian obrigou De Gea a boa defesa.

O jogo estava aberto. O United tentando matar a partida e o Chelsea em busca do empate. Os londrinos até marcaram, mas o juiz assinalou impedimento de Morata, que não gostou. No fim, Mourinho poderá comemorar no vestiário, enquanto Antonio Conte terá que esfriar a cabeça em Londres.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos