Polícia prende 46 torcedores do São Paulo após briga fora do Morumbi

A PM (Polícia Militar do Estado de São Paulo) deteve 46 membros da Torcida Independente - principal organizada do São Paulo - durante a partida entre Tricolor e Ferroviária, no Morumbi. No meio do primeiro tempo, integrantes da organizada Campinas e da capital paulista brigaram nos arredores da avenida Giovanni Gronchi, na entrada do portão 17 do estádio são-paulino.

De acordo com as informações passadas pela PM, o conflito aconteceu por divergências entre os próprios torcedores, ainda não esclarecidas. Com o grupo, foram encontrados pedaços de madeira, pedras e fogos de artifício que seriam usados para a briga e, imediatamente apreendidos pelos militares.

Durante a confusão, alguns torcedores da Organizada que estavam dentro do estádio tentaram sair do Morumbi com o propósito de entrarem na briga. A ação causou tumulto e alguns membros da torcida conseguiram deixar o estádio e entrar na confusão.

Assim que a PM chegou ao local do conflito foi possível ouvir o barulho de bombas e ver muita correria do lado de fora do Morumbi. Quando detidos, os envolvidos na briga foram obrigados a sentarem na frente no estádio com as mãos na cabeça e, em seguida, foram encaminhados para uma dos caminhões do Batalhão de Choque e tiveram seus aparelhos celulares confiscados.

O São Paulo confirma a versão da Polícia e diz que não tem relação alguma com o conflito entre os torcedores organizados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos