Entenda o que muda para Neymar em caso de cirurgia no tornozelo

A discussão se Neymar deve se submeter a uma cirurgia para recuperar-se a fissura no quinto metatarso no tornozelo direito se tornou um dos assuntos dos amantes do futebol nos últimos dias. Em meio ao mistério que ronda a lesão do craque do PSG, médicos de todos os cantos do país avaliam quais caminhos são os melhores para deixar o jogador de 26 anos em suas melhores condições também para a Copa de 2018.

Ortopedista do Instituto Vita, Márcio Freitas detalhou ao LANCE! quais são as sequelas de uma fissura no quinto metatarso do tornozelo direito:

- O metatarso é um osso localizado no peito do pé, no qual às vezes se sente uma tração do ligamento quando há uma torção do tornozelo. Naturalmente, o impacto varia de acordo com um osso mais ou menos vascularizado.

De acordo com Freitas, a realização de uma cirurgia rende benefícios a atletas a longo prazo:

- Quando a operação é realizada logo, aumentam as chances de o osso do metatarso do atleta voltar a se fortalecer, e ele estar em condições plenas para atuar. Porém, é claro que leva um período de recuperação maior.

O ortopedista avaliou os impactos caso um atleta não passe pela operação:

- Em outros momentos, médicos preferem tratar uma fratura sem operar o atleta, e colocar parafusos no local. Caso a região onde ocorreu a lesão não seja bem vascularizada, corre risco de o atleta voltar a sofrer. Mas, claro, se a fratura ocorreu em um local bem vascularizado, não haverá impacto.

DEMAIS PROFISSIONAIS MOSTRAM-SE FAVORÁVEIS À CIRURGIA

Médico que já conviveu com Neymar na Seleção Brasileira durante a Copa de 2014, José Luiz Runco também se mostrou favorável à cirurgia. Aos seus olhos, a cirurgia contribuiria para fixar o osso do local:

- - Não tenho nada a não ser o que sai na mídia. Genericamente é uma fratura, provavelmente incompleta, torção do tornozelo em que o pé vira para cima, no osso especificamente houve muita tração. A cirurgia é para melhor recuperação e fixação - disse, em entrevista ao "Redação Sportv".

Runco ainda mostrou-se otimista sobre a realização da cirurgia:

- A ideia precoce da recuperação e reabilitação é para que o tornozelo não perca os movimentos, o resultado será muito positivo.

Em entrevista a "O Globo", o ortopedista Michael Simoni também fez o alerta sobre necessidade de submeter o craque da Seleção Brasileira a uma cirurgia:

- Muitas vezes quando se trata sem operação, o osso não consolida. No mundo do esporte, opta-se por operar para ter maior segurança de que vai consolidar. Como é um jogador a quatro meses da Copa do Mundo, a maior chance de estar no Mundial é operando. Pela minha experiência, o resultado é superior com a cirurgia.

Além disto, fez um alerta sobre quem não operou:

- Há alguns casos de jogadores que optaram por não operar, o osso não consolidou e precisou operar mais tarde, aumentando o tempo longe do campo.

MÉDICO DA SELEÇÃO BRASILEIRA É CAUTELOSO

Em entrevista ao "Redação Sportv", o atual médico da Seleção Brasileira, Rodrigo Lasmar, falou sobre como buscará fazer as avaliações de Neymar:

- Ja conversei com o médico do PSG ontem e hoje (terça-feira) novamente, ele vai me receber em Paris, vai me mostrar os exames. Existe a suspeita da fratura mas eles estão aguardando outros exames, a partir daí acompanharemos mais de perto - explicou o médico.

Em seguida, Lasmar garantiu:

- Num primeiro momento o importante é ter calma, fazer um diagnóstico melhor, uma fratura desse tipo tem várias gravidades. Então é necessário esperar isso tudo para fazer algum tipo de tratamento - finalizou Lasmar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos