Pai de Neymar afirma: filho será baixa no PSG de seis a oito semanas

Com ou sem cirurgia, o atacante Neymar será baixa no PSG e na Seleção Brasileira de seis a oito semanas. Pelo menos é o que garante o pai e empresário do atleta, Neymar da Silva Santos, em entrevista ao canal por assinatura Espn Brasil.

O pai dele afirmou ainda que não há uma decisão sobre a necessidade ou não da cirurgia. Ao contrário do que chegou a ser noticiado, Neymar não bateu o martelo pela operação, pois não é medico, segundo o pai. E a decisão deve ser nesta quarta-feira, quando médicos do PSG e da Seleção se reunirão para debater o caso.

- Não é decisão dele. Ele não é médico, eu também não sou médico. A gente tem que esperar a decisão do clube. O PSG está esperando o momento certo, o médico da Seleção vai chegar e eles vão tomar essa decisão juntos. Amanhã (quarta) vão se reunir e vão decidir. Não queríamos estar nessa situação, mas devemos tentar recuperar o Neymar da melhor maneira possível. O PSG já sabe que não vai contar com ele de seis a oito semanas, independentemente se houver cirurgia ou não. Precisamos fazer aquilo que não possa causar problema lá na frente para prejudicar - comentou.

Só volta nas semifinais da Liga dos Campeões?

Caso ele realmente fique fora por todo este período, o jogador perderá a partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões contra o Real Madrid, no dia 6 de março, na França. Na ida, os Merengues venceram por 3 a 1. A tendência é que ele volte no dia 1º de maio, na volta da semifinal, caso o PSG avance até esta fase.

No Campeonato Francês, atuaria nas últimas três partidas, mas não deve fazer falta, pois o clube da capital segue firme e forte na ponta, com 71 pontos, contra 57 do Mônaco, vice-líder. Faltam onze rodadas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos