Vasco notifica Lasa e espera até o fim desta terça por depósito de R$ 10 mi

Até o fim do mês a história sobre o novo patrocínio master do Vasco deve ser resolvida. O clube notificou na semana passada a Lasa Indústria Farmacêutica, que tem até o fim desta terça-feira para depositar R$ 10 milhões da primeira parcela do contrato entre as partes. Caso não deposite, a cúpula cruz-maltina irá nesta quarta-feira decidir o caminho que será seguido - a tendência, caso este cenário ocorra, será pela rescisão.

- Notificamos a Lasa, que tem até o fim do expediente bancário para fazer o acordado nesta terça-feira. Independentemente do cenário, precisamos aguardar para os próximos passos - afirmou Orlando Marques, vice-presidente financeiro do Vasco, em contato com o LANCE!.

Na primeira semana de fevereiro, pelo acordo, o Vasco deveria ter recebido R$ 10 milhões de um total de R$ 18 milhões, o que não aconteceu. Com isso, a estreia da marca no uniforme foi adiada até a solução da questão - a primeira vez da patrocinadora na camisa do Vasco seria diante da Universidad Concepción, no Chile, pela Conmebol Libertadores. Os R$ 8 milhões restantes, pelo acordado, precisam ser depositados ao longo do ano.

Este atraso não é visto com bons olhos pelos envolvidos no caso. O patrocínio, assinado na gestão anterior de Eurico Miranda, está causando dor de cabeça ao presidente Alexandre Campello. O mandatário, inclusive, vem tratando pessoalmente sobre o assunto após os diversos descumprimentos dos termos do contrato por parte da Lasa. Além desta empresa para a área master, o Vasco negocia aumento de cerca de R$ 1,5 milhão para R$ 4 milhões com a telefônica Tim para estampar a marca dentro dos números do uniforme.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos