Entenda por que Zé Ricardo ainda admite carências no elenco do Vasco

Os pouco mais de dois mil torcedores que foram a São Januário na noite da última quinta-feira se decepcionaram com a atuação do Vasco - isso mesmo com a vitória na Taça Rio diante do Macaé, de virada, com gol no último minuto de Riascos. O time comandado por Zé Ricardo passou sufoco, principalmente no primeiro tempo, e com o início da fase de grupos da Conmebol Libertadores batendo na porta, as carências no elenco ainda são evidentes. O treinador sabe muito bem disso e com a diretoria vem procurando uma solução.

Dos reforços contratados para este ano, o único que já provou o seu valor em uma sequência na equipe titular foi o volante Leandro Desábato. E isso é muito pouco para um time como o Vasco que quer seguir com força na sequência da Libertadores. A situação financeira em São Januário não é das melhores, mas há a ciência dessa necessidade. Tido como azarão por muitos no grupo 5, o torcedor do Vasco quer ver a equipe surpreender a universidad de Chile, o Racing, da Argentina, e o Cruzeiro.

Para esta fase de grupos, o Vasco pode inscrever mais cinco jogadores, chegando a 30 no número total de inscritos para a disputa dos próximos seis jogos da competição. O meia Giovanni Augusto, o último contratado, é considerado essencial, mas ao menos dos dois primeiros jogos da Libertadores estará ausente por conta de lesão. Há outros machucados como o zagueiro Breno, o lateral-esquerdo Ramon e o atacante Kelvin também fazem falta. É justamente a principal razão para a necessidade de reforços (veja time titular ideal do elenco no campinho abaixo).

- Pensamos sobre isso. Não tenho ainda esses nomes. O Giovanni Augusto, provavelmente, é um atleta que esperamos contar com ele. Breno, Ramon e Kelvin são atletas que dependem de avaliação. Queremos jogador para fortalecer nosso grupo. Todos vocês acompanharam e sabem da dificuldade do clube. A questão financeira é uma preocupação correta da diretoria. Com todos os problemas, tivemos de nos adaptar à necessidade. Mas entendemos que podemos chegar a um bom nome para suprir a ausência que temos - afirmou ao treinador ao falar sobre a necessidade de reforços e os possíveis cinco inscritos para a fase de grupos da Libertadores.

O tempo joga contra. Até lá, Zé Ricardo tentará achar a melhor forma de atuar com as peças que possui. Apesar de difícil, a situação não é impossível. O elenco do Vasco já mostrou as suas forças nesta temporada. Mantendo a concentração e com todos os jogadores à disposição, o cenário melhora bastante. A partir do momento que o time titular tiver a chance de ser o apresentado acima, o Cruz-Maltino estará bem melhor representado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos