Cruzeiro responde intimação sobre pagamento de multa de Fred

Depois de receber, na quinta-feira, intimação a respeito do depósito de R$ 10 milhões da multa de Fred em conta judicial, o Cruzeiro respondeu a Justiça dentro de 72h, prazo que havia sido determinado. No comunicado, a Raposa argumentou que a multa ainda é líquida, já que está em discussão na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) da CBF e por isso não poderia efetivar o pagamento.

O clube celeste tinha até esta terça-feira para quitar a multa do atacante, de acordo com a decisão do juiz Marco Aurélio Chaves Albuquerque. No entanto, a data fica suspensa até que o magistrado responda a manifestação do Cruzeiro. Não há prazo para a resposta do Judiciário.

Vale lembrar que o pagamento de R$ 10 milhões está relacionado com a rescisão de contrato de Fred com o Atlético-MG. No final do ano passado, o clube alvinegro e o jogador acertaram a condição de que se o atacante fosse para o rival, ele teria que arcar com esse valor. Na época, o jogador e representantes aceitaram o acordo e quando o atleta assinou com a Raposa, ele notificou o clube sobre a existência dessa multa. A diretoria do Cruzeiro contratou Fred e se responsabilizou pelo pagamento do valor mas até agora não quitou a dívida.

O montante deveria ter sido pago no dia 17 de janeiro. O Cruzeiro, no entanto, decidiu levar a avaliação da multa para o departamento jurídico e o Atlético-MG ingressou com uma ação na Câmara Nacional de Resolução de Disputas, da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), cobrando o valor. A Câmara ainda não avaliou a validade da cobrança.

Já na esfera civil, a WRV, credora do Atlético-MG, entrou com ação na Justiça pedindo o bloqueio dos R$ 10 milhões de Fred, para que o dinheiro fosse usado no pagamento da dívida que o Galo tem com a empresa desde a década de 1990.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos