Com brasileiro, Salzburg tenta segurar Dortmund na Liga Europa

O Signal Iduna Park vai ferver nesta quinta-feira, quando o Borussia Dortmund recebe o Red Bull Salzburg, às 15h (de Brasília), no jogo de ida das oitavas de final da Liga Europa. A expectativa é de casa cheia para empurrar os Aurinegros, que contam com a boa fase de Reus, que voltou a atuar em bom nível, e Batshuayi, que chegou do Chelsea marcando muitos gols.

O Borussia Dortmund chega como favorito para o confronto, mas teve muitas dificuldades para superar a Atalanta na fase anterior. Já o RB Salzburg eliminou a Real Sociedad.

Um dos jogadores mais identificados com o Red Bull Salzburg, André Ramalho destaca o bom elenco do Borussia Dortmund. Para o zagueiro brasileiro, a qualidade dos jogadores do time alemão é o principal desafio dos austríacos.

- Acredito que o maior obstáculo não só para o jogo de ida, mas também para a volta, é a qualidade individual do Borussia Dortmund. Obviamente, jogar em casa é um fator extra que deve empurrar o time deles. Porém, a nossa maior preocupação deve ser com os jogadores, que são excelentes e podem decidir a partida a qualquer momento.

André Ramalho não crê em falta de sorte do Red Bull Salzburg no sorteio da Liga Europa. Para o jogador, todos os times classificados para as oitavas têm muita qualidade.

- Não acho não. Nesta fase da competição são muitas as equipes tradicionais da Europa. Seja lá quem enfrentássemos seria uma partida difícil, pois todos que chegaram até aqui têm qualidade. Além disso, se queremos alcançar grandes coisas e chegar longe, temos que enfrentar times desse calibre. Essa é a graça e o desafio dos torneios europeus, jogar contra grandes equipes e, logicamente, tentar vencê-las.

BATE-BOLA COM ANDRÉ RAMALHO

A equipe vem em boa fase, liderando o Campeonato Austríaco com boa vantagem sobre o Sturm Graz. Dá para surpreender o Borussia Dortmund? O que o técnico Marco Rose tem passado para os jogadores?

Sim, felizmente, estamos num ótimo momento. Isso é fruto do trabalho que vem sendo feito aqui. Todos jogadores se dedicam e dão o melhor a cada chance que recebem. E o resultado é o que vocês estão vendo. Em relação ao Dortmund, com certeza podemos surpreender, acredito muito na nossa equipe e no nosso potencial. Vamos ficar atentos ao plano proposto por nosso treinador para chegarmos preparados para a partida. Se fizermos tudo como planejado, nossas chances aumentam muito.

Alguma recomendação especial para parar Götze, Reus, Batshuayi e Cia?

Como eu disse, o time deles é muito bom e nosso maior desafio será parar esses valores individuais. Mas também temos qualidade, tanto para defender, como para atacar. O segredo é ter atenção ao que o nosso treinador propôs para o jogo. Se focarmos no que treinamos, nossas chances aumentam muito.

Você voltou em 2018 ao Red Bull Salzburg e logo marcou o gol da vitória contra o Admira. Na partida, foi homenageado pelo clube por ter completado 100 partidas. O que representou isso para você?

Foi um dia muito especial, que ficará marcado pra mim. Essa homenagem mostra que meu trabalho feito antes de ir para a Alemanha foi reconhecido. E fiquei muito feliz em poder retribuir esse carinho no mesmo jogo, marcando o gol da vitória.

Como é essa relação com o time austríaco? Para você foi uma 'volta para casa'?

Com certeza! Aqui foi onde evoluí como pessoa e profissional. Onde tive a chance de provar meu valor, onde vivi minhas primeiras experiências em alto nível e onde aprendi diversas coisas que levarei para o resto da minha vida. Por isso, fiquei muito feliz em retornar e, mais que isso, feliz em ver e sentir que estou sendo muito bem-recebido pelos fãs e pela cidade de Salzburg. Agora quero trabalhar para que minha relação com o clube e com os torcedores seja cada vez mais forte.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos